Montagem/Estadão
Montagem/Estadão

Löw, Ancelotti e Simeone concorrem a técnico do ano

Os comandantes de equipes que conquistaram grandes títulos em 2014 disputam título de melhor treinador em premiação da Fifa

Estadão Conteúdo

01 de dezembro de 2014 | 15h01

Deu a lógica na escolha dos três concorrentes ao prêmio de melhor técnico do ano em 2014, que será dado no dia 12 de janeiro, em uma festa de gala em Zurique, na Suíça. Nesta segunda-feira, a Fifa e a revista France Football anunciaram os nomes dos três finalistas e os maiores favoritos foram indicados. Campeão da Copa do Mundo no Brasil, o alemão Joachim Löw disputará o prêmio com o italiano Carlo Ancelotti, vencedor da Liga dos Campeões da Europa com o Real Madrid, e com o argentino Diego Simeone, vencedor do Campeonato Espanhol e vice da Liga dos Campeões com o Atlético de Madrid.

Pela primeira vez na carreira concorrendo ao prêmio, Joachim Löw tem um grande trunfo para levar o troféu para casa. Com uma campanha praticamente perfeita, levou a seleção da Alemanha a conquistar o Mundial em terras brasileiras, inclusive aplicando uma inapelável goleada de 7 a 1 na equipe dona da casa, em pleno estádio do Mineirão, em Belo Horizonte. Na decisão, emoção à flor da pele e vitória sobre a Argentina por 1 a 0, na prorrogação, no Maracanã.

Seu concorrente mais forte tem tudo para ser Ancelotti. O italiano, em sua primeira temporada no Real Madrid, fez o que muitos - como o português José Mourinho e até o brasileiro Vanderlei Luxemburgo - não conseguiram em mais de 10 tentativas: ganhar a "la Décima", o 10.º título da Liga dos Campeões da história do clube espanhol. Além disso, conquistou a Copa do Rei contra o rival Barcelona e brigou pelo título do Campeonato Espanhol até as últimas rodadas.

Por ter levantado justamente este troféu é que Simeone está entre os finalistas. Depois de nove temporadas de domínio de Real Madrid e Barcelona, o Campeonato Espanhol conheceu um novo campeão e foi na base da raça e superação que o Atlético de Madrid conquistou o título na última rodada, em pleno estádio Nou Camp, em Barcelona. O feito do argentino poderia ter sido ainda maior, mas a taça da Liga dos Campeões escapou por pouco na decisão contra o Real Madrid, em Lisboa.

FEMININO

A Fifa e a France Football anunciaram também os três finalistas ao prêmio de melhor técnico de equipe ou seleção feminina de 2014. Dois alemães concorrem contra um japonês. Campeão da versão feminina da Liga dos Campeões da Europa pelo Wolfsburg, Ralf Kellermann tem a compatriota Maren Meinert, bi do Mundial Sub-20 com a seleção de seu país. Correndo por fora está Norio Sasaki, que nesta temporada levou o Japão a ganhar a Copa da Ásia pela primeira vez na história.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.