Armando Babani / EFE
Armando Babani / EFE

Löw descarta treinos de pênalti na Alemanha antes de semifinal com o México

Técnico lembrou pênaltis desperdiçados contra a Itália, na Eurocopa, para ressaltar diferença de ambientes entre treino e jogo

Estadão Conteúdo

28 de junho de 2017 | 11h58

A seleção da Alemanha não pensa em uma possível definição nos pênaltis do confronto com o México pelas semifinais da Copa das Confederações. De fato, nem sequer os praticou nesta terça-feira, na véspera do duelo no Estádio Olímpico de Sochi.

O técnico Joachim Löw afirmou nesta quarta-feira que não acredita na utilidade de treinar cobranças de pênaltis, levando em conta que a pressão de batê-los durante uma partida decisiva é totalmente distinta do ambiente de uma atividade preparatória.

"Isso de treinar demais os pênaltis não é uma boa ideia, porque tudo será diferente na partida", expressou Löw. "Às vezes os jogadores fazem por conta própria, mas também falham nos treinamentos".

Löw lembrou que a Alemanha treinou pênaltis antes do duelo com a Itália pelas quartas de final da Eurocopa de 2016. A partida foi definida desse modo, e ainda que os alemães tenham vencido, desperdiçaram três cobranças. "Eu disse aos jogadores, 'acertaram todos os pênaltis nos treinamentos, e depois falharam na partida", recordou.

Também comentando o duelo com o México, o lateral-esquerdo Jonas Hector avaliou que a Alemanha terá uma vantagem por jogar na mesma cidade onde disputou o seu último jogo na fase de grupos - Sochi. O México até teve um dia a mais de descanso, mas fechou a primeira fase em Kazan.

"Nós estamos aqui instalados durante um período de tempo maior, desde o terceiro jogo da fase de grupos, não tivemos que viajar de avião. É uma vantagem, porque poderíamos estar mais relaxados. Um dia extra aqui, nos fez bem, pudemos descansar e nos liberou", acrescentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.