Kai Pfaffenbach/Reuters
Kai Pfaffenbach/Reuters

Löw minimiza campanha perfeita da Alemanha: 'Ainda há muito trabalho a fazer'

Técnico vê nível mais modesto das Eliminatórias em comparação com a Copa do Mundo

Estadão Conteúdo

08 Outubro 2017 | 20h22

A seleção da Alemanha massacrou neste domingo o Azerbaijão por 5 a 1 e garantiu 100% de aproveitamento nas Eliminatórias Europeias da Copa do Mundo da Rússia. Mas a histórica campanha parece não ter entusiasmado tanto o técnico Joachim Löw para o Mundial de 2018.

+ Alemanha goleia e encerra Eliminatórias com 100% de aproveitamento

Mesmo depois da Alemanha vencer as suas 10 partidas, marcar 43 gols e sofrer apenas quatro, Joachim Löw minimizou o feito da atual campeã mundial e assegurou: o time ainda precisa melhorar para a Copa do Mundo da Rússia.

"Claro, foi bom, uma top performance. Mas os adversários na Copa do Mundo serão totalmente de outro calibre. Portanto, não podemos nos deixar levar, ainda há muito trabalho a fazer. Eu quero conquistar algo grande neste verão. Será difícil ganhar a segunda Copa do Mundo consecutiva", apontou o treinador.

Joachim Löw avaliou também a goleada sobre o Azerbaijão. E reconheceu que o time praticamente reserva sentiu as mudanças no primeiro tempo, que terminou empatado por 1 a 1. "Foi um início difícil. Não tínhamos jogado com esse time antes e isto ficou aparente", contou. "Mas o segundo tempo foi melhor e o adversário também começou a cansar. Mas essa campanha não deve ser vista como referência", reforçou.

A seleção alemã terminou como líder do Grupo C com 30 pontos. Em seguida, bem mais atrás, ficou a Irlanda do Norte com 19. Já a República Checa ficou em terceiro com 15 pontos, dois na frente da Noruega.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.