Cesar Greco|Agência Palmeiras
Cesar Greco|Agência Palmeiras

Luan chora com nova chance e diz sentir saudade da torcida do Palmeiras

Atacante ficou no banco de reservas contra o Atlético-PR

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

17 de maio de 2016 | 19h36

Mesmo sem nem ter entrado em campo, o atacante Luan considerou o jogo com o Atlético-PR muito especial. Sem jogar pelo Palmeiras desde 2012, o jogador ganhou a confiança do técnico Cuca, foi relacionado para o jogo e ficou no banco de reservas, algo que o deixou emocionado.

"Foi uma surpresa para mim. Foi a mesma coisa que senti quando subi para o time profissional. Cheguei a chorar no quarto, por tudo que passei. Passa um filme na cabeça, quando estava com muleta e cortes no pé e, de repente, você está na lista. Isso me emocionou bastante", disse o atacante, em entrevista nesta terça-feira.

Com 27 anos, Luan contou ter sentido saudades da torcida do Palmeiras. "O que mais gostei foi voltar a sentir a torcida. Coisa mais linda que vi, com aquela vibração boa. Mesmo estando no primeiro jogo e a torcida pedindo para eu entrar me emocionou", completou.

O atacante também foi surpresa na lista dos jogadores que viajaram para Atibaia na semana passada, onde a equipe fez parte da pré-temporada. Aos poucos, ele tem conquistado pontos com Cuca.

"O Cuca me chamou para conversar e perguntar como eu estava. Fico feliz com os treinamentos em Atibaia e estou contente por fazer os trabalhos 100%. Conseguir correr, tocar a bola, brecar e mudar de direção. Não vejo a hora de ter uma oportunidade para demonstrar em campo", disse.

Luan foi titular na conquista da Copa do Brasil de 2012, mesmo sendo um dos alvos preferidos da torcida do Palmeiras. Sem clima para continuar, acabou sendo emprestado ao Cruzeiro e depois teve uma passagem pelo Al Sharja, dos Emirados Árabes Unidos, onde machucou o tendão de Aquiles do pé esquerdo. Ele já fez 115 partidas e marcou 23 gols pelo time alviverde.

Tudo o que sabemos sobre:
LuanPalmeirasCopa do Brasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.