Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Luan descarta euforia no Palmeiras e afirma que time ainda não pensa em finais

Zagueiro diz que time deixou para trás goleada sobre o Corinthians para poder priorizar partida diante do Flamengo

Ciro Campos, O Estado de S.Paulo

20 de janeiro de 2021 | 17h30

O zagueiro Luan, do Palmeiras, afirmou nesta quarta-feira que a equipe está longe de viver um ambiente de comemoração. Mesmo depois de ter vencido o Corinthians por 4 a 0 na última segunda-feira e de já estar garantido nas decisões da Copa Libertadores e da Copa do Brasil, o defensor garante que a equipe não tem pensado nessas façanhas e está focada em enfrentar o Flamengo, nesta quinta-feira, em Brasília.

O jogo em Brasília é um confronto direto pelo G-4 do Campeonato Brasileiro. "Nós temos só 24 horas para festejar e 24 horas para lamentar um resultado. O jogo já passou. Sempre o próximo jogo é o mais importante. É momento de pensar no Flamengo", disse Luan. Apenas um ponto separa as duas equipes uma da outra. No primeiro turno houve empate no encontro entre ambas no Allianz Parque.

A presença em finais de torneios não tirou do Palmeiras o apetite de ganhar também o Brasileirão. Luan garante que a equipe não se poupa e consegue deixar de lado a ansiedade pelas outras finais enquanto batalha para sair do quinto lugar no campeonato nacional. "A gente sempre joga pensando em ganhar três pontos. Por mérito, conseguimos avançar até as finais. Mas não é momento de pensar nelas. Sempre o próximo jogo é o mais importante", comentou.

Revelado pelo Vasco, Luan já tem uma rivalidade extra com o Flamengo desde o início da carreira, mas garante que tanto esse aspecto como a concorrência recente do Palmeiras com o time rubro-nego não vão interferir. Nos últimos anos as duas equipes trocaram provocações e até mesmo o jogo do ano passado pelo Brasileirão no Allianz Parque foi realizado com torcida única por questões de segurança.

"Cada jogo é uma história. O Flamengo é uma grande equipe, tem feito grandes contratações e nos últimos anos foi um rival direto do Palmeiras brigando por títulos", comentou. Pela manhã o Palmeiras treinou em São Paulo e logo depois viajou para a capital, local da partida desta quinta-feira.

A tendência é o Palmeiras ser escalado com: Weverton; Marcos Rocha, Luan, Kuscevic e Matías Viña; Danilo, Gabriel Menino e Raphael Veiga; Rony, Luiz Adriano e Willian.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.