Luan diz que Atlético-MG precisa provar favoritismo em campo

As dificuldades apresentadas pelo Vasco neste início de Campeonato Brasileiro e a força do Atlético Mineiro, apontado como um dos candidatos ao título, não torna fácil a tarefa da equipe, neste domingo, quando as equipes vão se enfrentar no Independência. Ao menos essa é a avaliação do atacante Luan, que pediu para seu companheiros encararem o duelo como uma decisão.

Estadão Conteúdo

29 de maio de 2015 | 14h41

Luan garantiu, inclusive, que a derrota para o Atlético Paranaense na semana passada serve como aprendizado. "Temos que focar totalmente no Vasco porque vai ser um jogo difícil. Não tem moleza no Brasileiro, não tem favorito, quem fizer melhor papel dentro de campo vai sair com a vitória. Não tem time pequeno nem time grande, e, sim, encarar como decisão todos os jogos", comentou o jogador.

O duelo com o Vasco será o primeiro do Atlético-MG no Independência neste Brasileirão, pois o time cumpriu perda de mando de campo no duelo com o Fluminense, realizado em Brasília, no Mané Garrincha. E Luan destacou que o time precisa aproveitar o fator casa para voltar a vencer na competição.

"Temos que fazer valer o mando de campo. Todos os adversários que jogam contra a gente em sua casa acabam fazendo uma grande partida, então, é diferente. Como mandante, a gente tem que se impor e, para se impor, tem que ter dedicação, entrega e vontade", afirmou Luan.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolAtlético-MGLuan

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.