Ahmed Jadallah/Reuters
Ahmed Jadallah/Reuters

Luan e Tite são eleitos os melhores da América em 2017

Atacante do Grêmio recebeu 49,46% dos votos de jornalistas esportivos sul-americanos

Estadão Conteúdo

31 de dezembro de 2017 | 11h59

O brilho de Luan, destaque do Grêmio na conquista da Copa Libertadores pelo Grêmio, e de Tite, que classificou a seleção brasileira com sobras para a Copa do Mundo de 2018, foi reconhecido neste domingo, quando eles foram eleitos o melhor jogador e treinador, respectivamente, da América, em tradicional premiação realizada pelo jornal uruguaio El País.

+ Leia mais notícias sobre o Grêmio

+ Leia mais notícias sobre a Copa do Mundo 2018

Escolhido "Rei da América", Luan recebeu 182 dos 386 (49,46%) de jornalistas esportivos sul-americanos. O atacante gremista terminou o ano com 18 gols marcados em 51 jogos, incluindo um na grande final da Libertadores contra o Lanús, além de ter entrado em campo uma vez pela seleção brasileira.

Assim, ele superou o peruano Paolo Guerrero, do Flamengo, que recebeu 17,66% dos votos, e o volante gremista Arthur, terceiro colocado com 12,5% de apoios. Outros brasileiros lembrados na votação foram Marcelo Grohe, também do Grêmio, o flamenguista Everton Ribeiro, Jô, que vai trocar o Corinthians pelo futebol japonês, e Lucas Lima, que acertou sua transferência do Santos para o Palmeiras.

Também foram lembrados na votação jogadores estrangeiros que atuam no Brasil, casos do venezuelano Otero, do Atlético Mineiro, e do paraguaio Balbuena, do Corinthians.

Na votação de melhor técnico, Tite recebeu 112 votos (30,43%). Assim, superou por pequena diferença o argentino Ricardo Gareca, com 93 votos (25,27%), que levou o Peru a obter sua vaga na Copa do Mundo de 2018. O argentino Ariel Holan, campeão da Sul-Americana pelo Independiente, foi o terceiro mais lembrado, com 14,40% (53 votos).

Renato Gaúcho, do Grêmio, foi o quarto colocado. Fábio Carille, campeão brasileiro pelo Corinthians, e Ricardo Ferretti, campeão do Torneio Apertura do México pelo Tigres, também foram lembrados, assim como o colombiano Reinaldo Rueda, hoje à frente do Flamengo e que começou o ano no comando do Atlético Nacional.

Já a votação do time ideal de 2017 contou com quatro jogadores do Grêmio: Marcelo Grohe, Arthur, Luan e o zagueiro Pedro Geromel. Guerrero também fez parte dessa escalação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.