Luan garante que Palmeiras ainda briga pelo título

A vitória do Palmeiras sobre o Ceará, esta noite, no Canindé, conquistada sem muito brilho, mas com raça, fez os jogadores voltarem a sonhar. O discurso novamente é de briga pelo título. Para o atacante Luan, o time tem todas as condições de jogar de igual para igual com as outras equipes, mas sem dar espetáculo, como aconteceu nesta quinta-feira.

AE, Agência Estado

22 de setembro de 2011 | 23h04

"Todo mundo viu como o Palmeiras sofreu para vencer este jogo. Mas o Palmeiras é isso aí mesmo. Vamos lutar até o final pelo título", disse o atacante, que, apesar da vitória, saiu reclamando. "Eu queria que o juiz desse gol para mim. Eu que mandei para o gol, a bola só desviou no zagueiro", disse ele, falando sobre o gol contra de Thiago Matias, a dois minutos do fim do primeiro tempo de jogo.

Já Kleber brincou com a situação de vencer o jogo com um gol contra. "A fase está tão ruim que até para vencer tem que ser em gol contra. E o Maikon Leite faz aquela jogada e o cara salva em cima da linha", lembrou o atacante, falando sobre uma bola enfiada por ele, em que o ex-santista chegou a driblar o goleiro, mas viu a zaga tirar.

Mais sério, Kleber fez um pedido para a torcida. "É hora de apoiar. Não estamos longe dos líderes. Estamos vivos no campeonato."

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasCampeonato Brasileiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.