Rubens Chiri/DSão Paulo FC/Divulgação
Rubens Chiri/DSão Paulo FC/Divulgação

Lucão festeja bom momento e elogia sistema com três zagueiros

Zagueiro foi titular nos últimos dois jogos do São Paulo

Paulo Favero, Estadão Conteúdo

06 de junho de 2017 | 15h46

O zagueiro Lucão só quer olhar para a frente no São Paulo. Nesta temporada ele acabou virando titular do time, numa formação com três zagueiros, deixou as críticas da torcida para trás e só almeja se firmar e alcançar voos mais altos. O defensor lembra que as broncas de parte do torcedor nunca foram tema de debate no clube.

"Aqui dentro isso nunca foi falado, independentemente do que aconteceu. A gente sabe como é, temos de saber lidar com todo tipo de situação. A parte da torcida não teve mais nenhum problema, isso é passado, e o que importa é daqui para frente. Estou retomando a confiança, fazendo boas partidas. Só tenho de agradecer aos meus companheiros pelo apoio e à comissão técnica", disse.

No início da temporada, Lucão era a última opção entre os zagueiros, mas nunca baixou a cabeça. Só que Douglas não convenceu, Breno foi emprestado e ele foi ganhando mais espaço quando tinha chance de atuar. Após o técnico Rogério Ceni optar por um esquema com três zagueiros, Lucão se firmou na equipe.

"Eu acho que é um bom sistema. O Rogério conseguiu encontrar uma segunda forma de jogar, a gente ali atrás conseguiu encaixar bem nesse sistema, ele nos dá consistência defensiva, e ajuda na hora de atacar. Conseguimos encaixar e agora o Rogério tem mais uma opção além da linha de quatro na defesa", afirmou.

Para Lucão, o fato de poder atuar nos dois lados da zaga também ajuda. Com Rodrigo Caio na seleção, o jogador deve atuar pelo lado esquerdo. "É uma boa opção que o Rogério sempre vai ter. O Rodrigo faz os dois lados também, o time tem zagueiros de qualidade. É mais uma opção, se tiver de jogar pelo lado esquerdo ou direito vou fazer."

Nesta terça-feira, Ceni abriu apenas uma parte do treinamento e nela os jogadores apenas tiveram uma conversa com o comandante e fizeram um aquecimento. Depois, foi feito um trabalho tático, mas longe dos holofotes. O técnico começa a definir o time que vai enfrentar o Vitória na quinta-feira, mas esconde a escalação.

Tudo o que sabemos sobre:
São Paulo FCfutebolLucão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.