Ernesto Rodrigues/AE
Ernesto Rodrigues/AE

Lucas aproveita chance na seleção brasileira e ganha espaço no time

Atacante do São Paulo entra de titular pela primeira vez e faz um gol com a sua marca

Sílvio Barsetti - Enviado especial, O Estado de S. Paulo

29 de setembro de 2011 | 07h51

BELÉM - O garoto Lucas soube aproveitar a primeira chance que teve de começar uma partida pela seleção brasileira principal. Nesta quarta-feira, contra a Argentina, em Belém, fez um bom primeiro tempo, mas se soltou de vez na etapa final. À vontade em campo, fez boas jogadas, ajudou a armar algumas ações ofensivas e, melhor, fez o gol que abriu o caminho da vitória do Brasil, e a conquista do Superclássico das Américas.

O gol de Lucas foi marcado aos 8 minutos do segundo tempo, numa jogada característica do são-paulino, a arrancada.

Lucas estava na meia-lua da área defendida pela seleção, quando o Brasil retomou a bola. O meia-atacante ajudou a construir a jogada e, sem bola, partiu em velocidade da defesa para o ataque. Ao receber de Danilo, saindo de seu campo, tomou a frente de um marcador e correu firme para a área.

Com apenas dois toques na bola, estava na frente do goleiro Orión. Aí, foi só dar mais um toque, um chute rasteiro, cruzado, para abrir o placar, após percorrer 85 metros em 12 segundos.

Lucas, porém, sentiu o ritmo da partida. Cansado, pediu para ser substituído. Foi atendido aos 24 minutos, quando deu lugar a Diego Souza. Deixou o campo aplaudido. Retribuiu acenando.

Terminada a partida, Lucas comemorou bastante a vitória, brincando e ensaiando uma dancinha junto com Neymar enquanto os brasileiros esperavam para receber o troféu - erguido por Ronaldinho Gaúcho.

Ronaldinho elogiou Lucas. "É maravilhoso jogar com jovens talentos como Lucas e Neymar. Me chamaram para dar um suporte a eles e estou muito feliz."

O flamenguista diz que, nesta sua fase na seleção, prefere ir por etapas. "Meu sonho é conquistar o título olímpico e chegar com tudo na Copa do Mundo."

Neymar, que fez gol pela primeira vez desde o nascimento de seu filho, destacou a participação da torcida. "Foi maravilhosa desde a nossa chegada. Eles cantando o Hino Nacional dá para arrepiar qualquer um, até os argentinos ficaram arrepiados."

Tudo o que sabemos sobre:
futebolseleção brasileiraLucas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.