Ivan Storti/ Santos FC
Ivan Storti/ Santos FC

Lucas Braga lamenta 'pênalti' não marcado: 'Poderia ter mudado rumo da partida'

Lance polêmico também gerou fortes reclamações do técnico Fernando Diniz com o árbitro do duelo

Redação, Estadão Conteúdo

25 de agosto de 2021 | 22h13

O polêmico lance envolvendo Renato Kayzer, aos 20 minutos da etapa final, no qual o atacante do Athletico-PR dominou a bola com o braço foi muito contestado por jogadores do Santos e o técnico Fernando Diniz. O juiz Marcelo de Lima Henrique considerou que não aconteceu nada de anormal.

"Fomos muito abaixo no primeiro tempo, eles criaram mais que nós. No segundo tempo, melhoramos, e teve o pênalti também. Vi claramente que foi, poderia ter mudado o rumo da partida", disse o atacante Lucas Braga, ainda no gramado da Arena da Baixada.

Já Fernando Diniz ficou cerca de cinco minutos após o fim da partida no centro do gramado com Marcelo de Lima Henrique, discutindo o lance e ainda reclamando bastante da não marcação da penalidade a favor do time de Vila Belmiro.

Santos e Athletico-PR voltam a se enfrentar pelo duelo de volta em 14 de setembro, na Vila, quando o time santista, perdedor nesta quarta-feira, por 1 a 0, vai ter de vencer por dois gols de diferença para garantir vaga na semifinal da Copa do Brasil. Uma vitória paulista por um gol leva a decisão para os pênaltis.

O Santos volta a campo no sábado, às 19 horas, em casa, quando terá pela frente o Flamengo, em duelo válido pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.