Thibault Camus/AP
Thibault Camus/AP

Lucas brilha, e PSG vence na estreia de David Beckham

Brasileiro brilhou na vitória por 2 a 0 no clássico com o Olympique de Marselha pelo Francês

AE, Agência Estado

24 de fevereiro de 2013 | 19h05

PARIS - Na estreia de David Beckham com a camisa do Paris Saint-Germain, quem brilhou no clássico contra o Olympique de Marselha, neste domingo, embaixo de neve, em Paris, foi Lucas. Foi do brasileiro a jogada do primeiro gol do jogo no Parque dos Príncipes, num chute de fora da área. Nos acréscimos, o PSG ampliou e fez 2 a 0, pela 26.ª rodada do Campeonato Francês.

O gol que inaugurou o placar, porém, não foi marcado para o ex-são-paulino. No lance, aos 11 minutos do primeiro tempo, Lucas recebeu na intermediária, fintou um marcador e arriscou. A bola bateu no camaronês Nicolas N''Koulou e enganou completamente o goleiro. O árbitro, entretanto preferiu dar o gol para o defensor.

Para os jogadores do PSG, o gol foi o primeiro de Lucas no seu novo clube. Tanto é que na comemoração praticamente todos os atletas do time correram para abraçar o são-paulino, que seguiu como titular apesar da presença de Beckham no elenco.

O inglês, aliás, entrou na segunda etapa, substituindo Pastore, a 14 minutos do fim do jogo, e participou do segundo gol. Ele deu belo toque para Ménez, que recebeu pela esquerda da área e cruzou para Ibrahimovic marcar.

O clássico mais tradicional da França teve a participação de outros quatro brasileiros. O Olympique contou com Lucas Mendes, ex-Coritiba, entre os titulares. Já o PSG escalou Alex e Maxwell desde o início - Thiago Silva está machucado. O craque Ronaldo foi homenageado pelos donos da casa e deu o pontapé inicial do jogo.

A vitória foi fundamental na briga pelo título francês. Após 26 rodadas, o Paris Saint-Germain lidera com 54 pontos, três a mais que o Lyon. O Olympique, com 46, ficou para trás e agora briga com o Nice pelo terceiro lugar e uma vaga na próxima Liga dos Campeões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.