Matthew Childs/Reuters
Matthew Childs/Reuters

Lucas desperdiça cobrança, Chelsea bate o Tottenham nos pênaltis e vai à final

Time de Londres vai encarar o Manchester City na grande decisão da Copa da Liga Inglesa, no dia 24 de fevereiro

Redação, Estadão Conteúdo

24 Janeiro 2019 | 20h01

O Chelsea garantiu vaga na decisão da Copa da Liga Inglesa nesta quinta-feira. Depois de perder a partida de ida para o Tottenham por 1 a 0, a equipe venceu por 2 a 1 no Stamford Bridge e ficou com a classificação nos pênaltis. O brasileiro Lucas desperdiçou sua cobrança e foi um dos "vilões" do time visitante.

Kanté e Hazard, ambos no primeiro tempo, marcaram os gols que garantiam a vaga ao Chelsea. Llorente foi o responsável por diminuir e levar a disputa para as penalidades. E na disputa, os donos da casa foram perfeitos, com gols de Willian, Azpilicueta, Jorginho e David Luiz. Pelo Tottenham, apenas Eriksen e Lamela marcaram, enquanto Dier e Lucas desperdiçaram.

Em busca de seu sexto título da competição, o primeiro desde a temporada 2014/2015, o Chelsea vai encarar na decisão o Manchester City, no dia 24 de fevereiro, em Wembley. O time de Pep Guardiola passou nas semifinais pelo Burton Albion, da terceira divisão nacional.

Precisando vencer para não ser eliminado, o Chelsea foi para cima nesta quinta e chegou pela primeira vez com Pedro, aos três minutos. Melhor em campo, o time da casa abriu o placar aos 26 minutos, quando Kanté aproveitou sobra na entrada da área e encheu o pé. A bola teve um leve desvio no meio do caminho e passou entre as pernas de Gazzaniga.

O gol embalou o Chelsea, que quase ampliou com Hazard aos 35. Dois minutos mais tarde, porém, o belga não desperdiçou a chance. Pedro abriu na direita com Azpilicueta, que encontrou o meia na marca do pênalti para escorar de canhota.

Os anfitriões eram donos da partida, mas bastou um erro da defesa na volta para a etapa final para o Tottenham diminuir. Aos quatro minutos, Danny Rose cruzou da esquerda, Llorente aproveitou cochilo de David Luiz e mergulhou de cabeça para finalizar.

O resultado levava o jogo para os pênaltis, o que o deixou mais aberto. O Chelsea teve grande chance com Pedro, aos 20, e o Tottenham respondeu com o brasileiro Lucas, aos 24. Aos 48, Giroud jogou para fora o último lance de perigo após grande jogada de Emerson Palmieri. Não faria falta, porque o time da casa garantiria a classificação na disputa de penalidades.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.