Alejandro García/EFE
Alejandro García/EFE

Lucas entra, garante empate com o Barça e classifica Tottenham

Inter de Milão empata com o PSV Eindhoven e não avança às oitavas de final

Estadão Conteúdo

11 de dezembro de 2018 | 20h24

Depois de entrar em campo apenas aos 25 minutos do segundo tempo, o brasileiro Lucas Moura marcou o gol que garantiu o empate por 1 a 1 com o Barcelona, nesta terça-feira, no Camp Nou, na Espanha, e classificou o Tottenham às oitavas de final da Liga dos Campeões.

Graças ao gol de Lucas, o time inglês avançou como vice-líder do Grupo B da competição, com oito pontos, mesma pontuação da Inter de Milão, terceira colocada nos critérios de desempate e que não passou de um empate por 1 a 1 com o PSV Eindhoven, na Itália, no outro confronto que fechou esta chave.

Classificado como líder por antecedência às oitavas, o Barça finalizou a sua campanha nesta fase com 14 pontos e de forma invicta, enquanto o PSV, lanterna, somou apenas dois pontos em seis partidas realizadas. Para a Inter, o terceiro lugar serviu apenas para lhe garantir um lugar na próxima fase da Liga Europa, um amargo consolo.

Mesmo com a vaga nas oitavas como primeiro colocado assegurada, o Barcelona não se acomodou no Camp Nou lotado por quase 70 mil torcedores, nesta terça-feira, e abriu o placar já aos 6 minutos do primeiro tempo. E com um golaço. Dembélé roubou a bola de Walker-Peters no meio-campo, partiu em velocidade, deu um drible seco em um marcador na entrada da área e tocou com categoria na saída do goleiro Lloris para desenhar a pintura no Camp Nou.

Pressionado a buscar um resultado melhor, o Tottenham teve ótima chance de empatar o jogo aos 31 minutos, quando o sul-coreano Son recebeu passe e ficou cara a cara com Cillessen, mas tentou bater por baixo e viu o goleiro holandês evitar o gol com os pés. Pouco depois, aos 40, o Tottenham se viu próximo de empatar após Harry Kane invadir a área pela esquerda e chutar. A bola desviou na zaga e saiu com perigo para escanteio.

O Barça, mesmo em vantagem, precisava mostrar serviço ao seu torcedor e quase ampliou o placar aos 44 minutos, quando o brasileiro Philippe Coutinho passou pela marcação pelo lado esquerdo do ataque e bateu colocado para acertar a trave de Lloris.

Vale destacar que o Barcelona foi a campo sem vários de seus titulares, poupados pelo técnico Ernesto Valverde, como foi o caso de Lionel Messi. O astro argentino só foi entrar na partida aos 17 minutos da etapa final, substituindo Munir, mas exibiu uma atuação apagada.

Pelo lado do Tottenham, Maurício Pochettino resolveu sacar Son e colocou Lucas Moura em campo aos 25 minutos. E o brasileiro começou a se mostrar perigoso já aos 29, quando completou um cruzamento com uma cabeçada que só não terminou em gol porque o volante Sissoko salvou o Barça em cima da linha da meta. No rebote, o próprio Lucas finalizou de novo, mas a bola foi para fora.

Do outro lado, Coutinho por muito pouco não matou o jogo para o Barça aos 38 minutos, quando voltou a carimbar a trave em nova jogada individual pelo lado esquerdo do ataque. Um gol do Barça seria o fim para o Tottenham, mas o time foi do susto à alegria em um minuto, pois, aos 39, chegou ao empate. Após receber passe de Lamela pelo lado esquerdo da grande área, Kane cruzou forte para o meio e encontrou Lucas, que escorou para as redes e deixou tudo igual.

DECEPÇÃO NA ITÁLIA 

Se na Espanha a torcida do Tottenham fez a festa, em Milão a Internazionale decepcionou de forma inesperada a sua torcida. Mesmo atuando diante de um já eliminado PSV, a equipe acabou somando apenas um ponto e deu adeus à Liga dos Campeões.

Mesmo sem objetivos a buscar nesta rodada final do Grupo B, o time holandês abriu o placar já aos 13 minutos, com o mexicano Hirving Lozano completando de cabeça para as redes um cruzamento da direita.

Depois disso, a Inter só conseguiu conquistar a igualdade aos 28 minutos da etapa final, quando Matteo Politano deu belo lançamento da direita para Mauro Icardi, também de cabeça, deixar tudo igual. A Inter, porém, não conseguiu buscar a virada e agora terá de se contentar com a disputa da Liga Europa na continuidade de sua temporada.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.