Lucas Leiva comemora marca de 200 jogos com a camisa do Liverpool

Volante brasileiro entra em campo para defender sua equipe contra o West Bromwich

AE, Agência Estado

10 de fevereiro de 2013 | 19h54

SÃO PAULO - O volante Lucas Leiva vai atingir uma marca especial nesta segunda-feira, quando entrar em campo para defender o Liverpool contra o West Bromwich, no Estádio Anfield Road, pela 26.ª rodada do Campeonato Inglês. Será o jogo de número 200 do jogador brasileiro com a camisa do tradicional e poderoso clube da Inglaterra.

Revelado pelo Grêmio, Lucas Leiva foi comprado pelo Liverpool em julho de 2007. Depois de um começo tímido, ainda em fase adaptação ao futebol inglês, o volante virou titular e um dos destaques do time nas últimas temporadas. E, após a grave lesão no joelho esquerdo, sofrida em dezembro de 2011, ele vem retomando seu espaço.

"Será muito especial atingir essa marca de 200 jogos com a camisa do Liverpool. Fiquei mais contente ainda pelo jogo ser no Anfield Road, o que vai possibilitar que eu receba o carinho dos torcedores, que sempre me apoiam bastante", comentou Lucas Leiva, que está com 26 anos e lembra com orgulho da sua evolução no Liverpool.

"Tive um início complicado quando vim do Grêmio, mas trabalhei muito e consegui construir uma história vitoriosa no Liverpool e me firmar no futebol inglês, o que não é nada fácil. Tudo isso me deixa extremamente feliz e orgulhoso. Tomara que possa completar outras grandes marcas com a camisa do Liverpool", disse.

Ele também sonha com uma volta à seleção brasileira. "Acabei me afastando por conta de algumas lesões, mas já estou jogando com regularidade desde dezembro. Já me sinto novamente no melhor da minha forma. Vou tentar continuar fazendo um bom trabalho aqui para, quem sabe, também ter uma oportunidade de mostrar que posso ajudar, como vinha fazendo anteriormente", revelou Lucas Leiva.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolLiverpoolfutinterLucas Leiva

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.