Divulgação<br>
Divulgação

Lucas Lima cobra atenção do Santos na Copa do Brasil

Meia diz que time tem de buscar ao menos um gol no duelo com o Cruzeiro fora de casa: 'é preciso marcar forte e não deixar de atacar'

SANCHES FILHO, O Estado de S. Paulo

27 de outubro de 2014 | 12h45

De volta ao time titular do Santos, após ser poupado no fim de semana, Lucas Lima cobrou maior atenção e empenho dos companheiros nos próximos jogos, a começar pelo confronto decisivo com o Cruzeiro, quarta-feira, pela Copa do Brasil. Será o jogo de ida das semifinais, no Mineirão.

"Pela qualidade deles, não podemos dar bobeira. Nossa equipe é muito forte, temos que mostrar nosso valor", pregou, referindo-se aos vacilos da equipe nos minutos finais das últimas partidas, válidas pelo Brasileirão. "Fizemos dois bons jogos, mas tomamos gol no fim. Temos que ter atenção durante os 90 minutos."

Para o volante, o Santos tem que entrar em campo disposto a pelo menos marcar um gol fora, para ter vantagem na partida da volta. "É preciso marcar forte e não deixar de atacar. Temos que chegar à frente sempre", cobrou. "Estamos jogando bem fora, conseguimos vitórias. Se nos mantivermos assim, temos chance de passar."

Lucas Lima treinou entre os titulares na manhã desta segunda, após ser poupado no sábado, assim como aconteceu com outros cinco jogadores. Enderson Moreira preservou boa parte do elenco contra a Chapecoense, pelo Brasileirão, visando a partida contra o Cruzeiro, pela Copa do Brasil.

Durante a atividade, o treinador formou a equipe com algumas variações: com Aranha; Cicinho (Daniel Guedes), Edu Dracena, David Braz (Bruno Uvini) e Mena (Caju); Alison, Arouca e Lucas Lima; Rildo (Jorge Eduardo), Gabriel e Robinho.

Na avaliação de Lucas Lima, a folga no fim de semana deve ajudar o Santos a entrar melhor em campo na quarta. "Foi essencial, recuperei minhas dores. Estou 100%. Acho que não tem desculpa de cansaço, vamos dar nosso máximo. Eles são fortes e temos que ter atenção", reforçou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.