Lucas Lima preocupa e Dorival diz que meia já acusou desconforto antes de jogo

Jogador sentiu dores na coxa esquerda e passará por exames

Estadão Conteúdo

25 de julho de 2016 | 10h06

Sacado para a entrada de Fernando Medeiros aos 27 minutos do segundo tempo do jogo contra o Vitória, neste domingo à noite, em Salvador, o meia Lucas Lima se tornou a principal preocupação do Santos para as próximas partidas. Com dores na coxa esquerda, ele passará por exames para saber a gravidade de uma possível lesão que poderia afastá-lo dos gramados por algum tempo.

Antes de deixar o gramado do Barradão, o meio-campista ajudou o time santista a derrotar a equipe baiana por 3 a 2 e se garantir na quarta posição do Campeonato Brasileiro, com 29 pontos. Agora, porém, se tornou dúvida do time para os duelos que virão pela frente, sendo o primeiro deles nesta quarta-feira, contra o Gama, às 22 horas, na Vila Belmiro, pelo confronto de volta da terceira fase da Copa do Brasil.

O técnico Dorival Júnior, por sua vez, admitiu que o próprio Lucas Lima já havia acusado um certo desconforto muscular antes da partida contra o Vitória, mas garantiu que estava em condições de atuar na capital baiana. Entretanto, não suportou as dores e precisou ser substituído.

"Ainda não sei se (a lesão) é grave. Ele pediu para sair e vamos analisar. Está com dificuldade, ontem (sábado) ele já estava, e o departamento médico me deixou ciente da situação. Acredito na palavra do atleta e vamos até onde dá. Enquanto ele me passar confiança, é natural (que entre em campo para atuar)", ressaltou Dorival, em entrevista coletiva, na qual depois enfatizou que Lucas Lima "mais do que ninguém, pode mensurar a dor" que está sentindo.

Apesar de ter empatado por 0 a 0 com o Gama no confronto de ida do mata-mata da Copa do Brasil, na semana passada, e agora precisar de ao menos uma vitória simples para avançar, Dorival Júnior admite poupar titulares no duelo. "Vamos ver os que estarão em condições. Muita gente saiu reclamando muito depois da partida (deste domingo). Não sei em que situação encontraremos a equipe. Precisamos ver os exames", avisou o treinador, também já de olho no jogo diante do Cruzeiro, domingo, na Vila Belmiro, pela 17ª rodada do Brasileirão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.