Victor R. Caivano/ AP
Victor R. Caivano/ AP

Lucas Lima sonha com primeira chance na seleção de Tite

Equipe brasileira enfrenta a Bolívia, na quinta-feira

Ciro Campos, enviado especial a Natal, O Estado de S. Paulo

03 Outubro 2016 | 10h00

O meia Lucas Lima, do Santos, afirmou, em Natal, que tem como objetivo nos próximos dias jogar os primeiros minutos sob o comando de Tite na seleção brasileira. Na chegada à concentração da equipe na capital potiguar, o atleta disse aguardar que a oportunidade venha ou contra a Bolívia, na quinta-feira, ou na próxima terça, diante da Venezuela, fora de casa, nas partidas válidas pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018.

"Vou procurar nos treinos mostrar serviço para mostrar valor e ter a minha oportunidade. Estou feliz só de estar aqui na seleção, então quero ajudar da melhor forma possível", afirmou o meia, no último domingo, na chegada ao hotel onde a seleção está concentrada. Lucas Lima veio no mesmo voo de São Paulo do lateral Fagner, do volante Paulinho, do goleiro Weverton, do auxiliar Sylvinho e do preparador físico Fábio Mahseredjian.

Lucas Lima começou a ter oportunidades na seleção brasileira no ano passado, ainda com o técnico Dunga. O santista chegou até a marcar um gol nas Eliminatórias, no empate em 1 a 1 com a Argentina, em Buenos Aires, em novembro. Depois, já em 2016, integrou a lista de convocados que participou da Copa América Centenário, nos Estados Unidos, em junho.

Na primeira lista de Tite o jogador esteve presente, mas não saiu do banco de reservas nos 3 a 0 sobre o Equador, em Quito, e nos 2 a 1 sobre a Colômbia, em Manaus. "Duas vitórias alegram o ambiente, sempre é bom. Sabemos que no futebol muda tudo do dia para a noite, temos que ter paciência, continuar trabalhando e fazendo as coisas certas", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.