Loic Venance| AFP
Loic Venance| AFP

Lucas marca dois e comanda vitória dos reservas do PSG

O Paris Saint-Germain já é campeão, por isso, poupou seus jogadores titulares na partida contra o Guingam

Estadão Conteúdo

09 de abril de 2016 | 14h04

Já campeão e com a cabeça totalmente voltada para a Liga dos Campeões, o Paris Saint-Germain deu chance para seus reservas na rodada deste sábado do Campeonato Francês. O técnico Laurent Blanc levou a campo uma escalação bastante alterada para encarar o Guingamp fora de casa e viu o brasileiro Lucas decidir a vitória por 2 a 0 ao marcar os dois gols da partida.

Foi mais um triunfo parisiense em meio à incrível campanha que culminou no título francês com oito rodadas de antecedência. O resultado deste sábado levou a equipe a 83 pontos. Mas é na terça que o PSG precisa mostrar serviço. Após empatar por 2 a 2 em casa, disputará o jogo de volta das quartas de final da Liga dos Campeões com o Manchester City na Inglaterra.

Em relação ao empate diante do City, Blanc escalou somente dois titulares: Trapp e Matuidi, que está suspenso e não poderá atuar na Inglaterra. E foi justamente o goleiro quem precisou ser substituído no intervalo por lesão, após choque com seu companheiro Kurzawa, preocupando para o duelo de terça.

Com nomes pouco conhecidos como Nkunku, Ongenda e Augustín, o PSG não fez um grande primeiro tempo, praticamente não atacou e chegou a levar alguns sustos. Mas o time parisiense voltou diferente para a etapa final e abriu o placar aos 10 minutos. Nkunku invadiu a área pela direita e Sorbon cometeu pênalti. Lucas bateu com tranquilidade e marcou.

Em ritmo de treino, o PSG levava o jogo como desejava e definiu o placar aos 26 minutos. Kurzawa fez ótima jogada pelo lado esquerdo e tocou na entrada da área para Lucas, que teve tempo para dominar e deslocar o goleiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.