Rafael Ribeiro/Vasco.com.br
Rafael Ribeiro/Vasco.com.br

Lucas Mineiro é apresentado e diz que espera 'agarrar chance' no Vasco

Volante assinou contrato de empréstimo por uma temporada com o clube cruzmaltino

Redação, Estadão Conteúdo

17 de janeiro de 2019 | 19h37

Contratado há dez dias, o volante Lucas Mineiro foi oficialmente apresentado como reforço do Vasco nesta quinta-feira. O jogador assinou contrato de empréstimo por uma temporada com o clube cruzmaltino, celebrou a chegada a um dos grandes do Brasil e prometeu fazer de tudo para "agarrar esta chance".

"Sou um cara bem tranquilo e que valoriza bastante essa oportunidade. É uma grande chance e vou procurar trabalhar forte todos os dias para conquistar o meu espaço, respeitando sempre cada um dos companheiros. O grupo me recebeu muito bem. Todo mundo sonha em vestir a camisa do Vasco, um clube que possui uma tradição enorme, então quero agarrar essa chance", declarou.

Lucas Mineiro pertencia à Chapecoense, mas atuou emprestado pela Ponte Preta na Série B do Campeonato Brasileiro do ano passado. Além destes clubes, o jogador atuou na base do Villa Nova-MG. Ele já vinha treinando normalmente com o elenco e, por isso, se colocou à disposição para estrear na primeira rodada do Carioca, sábado, com o Madureira, em Conselheiro Galvão.

"Esse período de preparação foi muito bom. Nossa equipe aproveitou muito bem os treinamentos. Eu estou me sentindo bem e me considero preparado para jogar se o professor optar por mim. A disputa pela titularidade vai ser sadia, pois os outros são grandes jogadores. Vai ser bom para o Vasco e para o (Alberto) Valentim, que vai ter uma dor de cabeça boa para escalar o time titular", considerou.

Lucas Mineiro foi a oitava contratação confirmada pelo Vasco para esta temporada. Antes dele, o clube já havia anunciado os meias Bruno César e Yan Sasse, o atacante Ribamar, os laterais Cláudio Winck, Raúl Cáceres e Danilo Barcelos e o volante Fellipe Bastos.

 

 

Mais conteúdo sobre:
Vasco

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.