Lucas Mugni afirma que tirou 'peso das costas' no Flamengo

Argentino fez seu primeiro gol pela equipe Carioca após nove partidas

Agência Estado

25 de março de 2014 | 13h44

RIO - Contratado pelo Flamengo no início do ano, Lucas Mugni precisou esperar nove jogos até fazer o seu primeiro gol pelo clube. O argentino marcou na vitória por 5 a 3 sobre a Cabofriense, no último domingo, na rodada final da primeira fase do Campeonato Carioca, e explicou que agora se sente mais confortável e menos pressionado.

"Estou muito feliz por ter feito o meu primeiro gol pelo Flamengo. Necessitava marcar, já que minha família estava no estádio. Foi muito agradável para mim e para os meus familiares. Esse gol vai me fazer trabalhar com mais tranquilidade, tirei um peso das costas", declarou.

Mugni, de 22 anos, chegou ao Flamengo após se destacar pelo argentino Colón e tem usado a camisa de número 10 no clube, eternizada por Zico. Ele garante que não se assusta com isso e que a sua principal dificuldade vem sendo mesmo a adaptação ao futebol brasileiro, especialmente com a maratona de jogos.

"Estou muito tranquilo, sou camisa 10 porque gosto da camisa 10. Eu não posso igualar o Zico, que foi o melhor do Flamengo. Sou um jogador normal, que me empenho para jogar cada vez melhor. Na Argentina, eu jogava apenas uma vez por semana. Aqui são dois jogos por semana. Eu precisava me adaptar, agora estou melhorando", afirmou o argentino.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.