Rubens Chiri / São Paulo FC
Rubens Chiri / São Paulo FC

Lucas Perri e Paulinho Boia são as novidades do São Paulo em reapresentação no CT

Goleiro e atacante devem voltar a ficar à disposição do técnico Fernando Diniz em breve

Redação, Estadão Conteúdo

23 de novembro de 2020 | 19h32

Após empatar por 1 a 1 com o Vasco no domingo, o São Paulo se reapresentou nesta segunda-feira, no CT da Barra Funda, com novidades. O goleiro Lucas Perri e o atacante Paulinho Boia estiveram no gramado e devem voltar a ficar à disposição do técnico Fernando Diniz em breve.

Perri se recuperou de uma artroscopia para corrigir uma lesão no menisco do joelho direito e participou do treino com os demais companheiros pela primeira vez desde que foi operado. Sem ele, os reservas Thiago Couto e Denis Junior vêm sendo relacionados para as partidas como opções a Tiago Volpi.

Já Paulinho Boia correu em volta do gramado do CT, cumprindo o cronograma de recuperação de uma fissura na perna esquerda sofrida no final de agosto. Ainda não há previsão para ele voltar aos treinos com bola, mas o atleta tem evoluído bem. O jovem jogador é o único atacante de velocidade do elenco.

Na coletiva após o duelo contra o Vasco, Diniz admitiu que pontas velozes e dribladores estão em falta não só no plantel são-paulino, mas no futebol brasileiro, no geral, e elogiou Paulinho Boia. Helinho era uma alternativa de velocista, mas foi negociado recentemente por empréstimo com o Red Bull Bragantino.

Joao Rojas é outra opção de jogador que tem o drible como diferencial, mas o equatoriano, de 31 anos, ainda não está pronto para retornar aos gramados. O atacante sofreu duas graves lesões no joelho direito e não entra em campo desde outubro de 2018.

Desde então, ele foi submetido a duas cirurgias e várias sessões de fisioterapia. Depois, foi liberado para treinar com bola há cerca de um mês, mas ainda não há uma data certa para ser liberado para jogar. Diniz reforçou que conta com o jogador.

"Com o Rojas eu sempre conto. Ele teve um período muito difícil, conversei com ele recentemente e se somar tudo acho que são dois anos de afastamento. Então ele precisa de um tempo para se sentir confortável", explicou o treinador. Os outros atletas no departamento médico são Walce e Liziero.

Diniz não terá Brenner e Hernanes para o duelo atrasado da 16ª rodada do Brasileirão contra o Ceará, quarta-feira, às 19h15. Os dois levaram o terceiro cartão amarelo e estão fora da partida na Arena Castelão. O meio-campista é reserva e o atacante, artilheiro da equipe em 2020, deve ser substituído por Pablo. Vitor Bueno corre por fora.

Com 37 pontos em 19 partidas, o São Paulo está na terceira colocação, atrás apenas de Atlético-MG (39) e Flamengo (39), ambos com 22 jogos. Se vencer o jogo em Fortaleza, o time tricolor, portanto, assume a liderança do Brasileirão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.