Ivan Storti/Santos FC
Ivan Storti/Santos FC

Lucas Veríssimo critica saída de Autuori e vê falta de planejamento no Santos

Zagueiro afirma que dirigente vai fazer falta no trabalho de planejamento do elenco para a próxima temporada

Redação, Estadão Conteúdo

27 de novembro de 2019 | 13h26

O zagueiro Lucas Veríssimo criticou a diretoria do Santos e pediu maior planejamento para as próximas temporadas. Na opinião do jogador, a saída de Paulo Autuori deve trazer prejuízo para a programação do clube para 2020. "O Santos acabou de perder um cara como o Autuori. Por mais que tenha ficado pouco tempo no clube, dava para ver que era um cara visionário, que queria somar para o Santos. Tinha ótimos pensamentos. E dava para ver que poderíamos ter um crescimento. Ele já vinha planejando 2020, mas isso, infelizmente, foi interrompido", declarou o jogador nesta quarta.

Para o lugar de Autuori, o Santos contratou William Thomas. "O William já está pensando nisso (planejamento) e espero que faça um bom trabalho porque o Santos merece brigar por títulos e tem de ser campeão. Está na hora de se sagrar campeão", cobrou o jogador, que pediu ações da diretoria pensando no longo prazo.

"Acho que hoje a gente pode pegar o Flamengo como exemplo. Eles estão investindo pesado dentro de campo, mas conseguem um retorno tanto dentro quanto fora. Isso é planejamento. É isso que cobro bastante. O Santos precisa de um planejamento, algo que nesses últimos um ano e meio, dois anos, o clube vem tendo muito pouco", afirmou.

O período criticado pelo defensor coincide com a gestão de José Carlos Peres. Eleito no fim de 2017, ele assumiu o cargo de presidente do Santos no início de 2018. Seu mandato vai até o fim de 2020. "Não estou criticando, o que estou falando é alguém que quer ver o melhor do Santos. Até falo em casa com meus pais e familiares: sou mais santista do que muitos aqui dentro. Espero que o Santos melhore, porque quero ver um Santos grande, brigando por títulos", disse Veríssimo.

TREINO

Para o jogo desta quinta-feira, contra o Fortaleza, no Castelão, pelo Campeonato Brasileiro, o técnico Jorge Sampaoli sofreu mais uma baixa. O lateral-esquerdo Jorge apresenta desconforto no músculo posterior do joelho direito e vai iniciar tratamento. Assim, virou desfalque para o duelo válido pela 35ª rodada. Jorge já havia sido baixa na goleada sobre o Cruzeiro, sábado. Mas não por motivos físicos. Na ocasião, Sampaoli culpou "complicações", sem dar detalhes. Antes, o lateral havia se desentendido com o atacante Sasha.

Além de Jorge, Sampaoli perdeu o zagueiro Gustavo Henrique e o atacante Marinho para o jogo desta quinta. Ambos levaram o terceiro cartão amarelo no sábado e vão cumprir suspensão automática em Fortaleza. Com estas baixas, um possível formação do Santos na quinta teria: Everson; Pará, Lucas Veríssimo, Luan Peres (Luiz Felipe) e Felipe Jonatan; Alison, Carlos Sánchez e Evandro; Tailson (Derlis González), Eduardo Sasha e Soteldo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.