EFE/Manuel de Almeida
EFE/Manuel de Almeida

Lucas Veríssimo sofre lesão grave, fica fora da temporada e deve ser cortado da seleção

Jogador vinha de ótimas atuações pelo Benfica, mas se contundiu na vitória do último domingo

Redação, O Estado de S.Paulo

08 de novembro de 2021 | 10h49

O zagueiro Lucas Veríssimo vai perder o restante da temporada após se lesionar gravemente na goleada do Benfica sobre o Braga por 6 a 1, pelo Campeonato Português, no último domingo, dia 7. O clube informou que o defensor sofreu um entorse grave no joelho direito com lesão multiligamentar e vai precisar realizar cirurgia. 

Com a contusão, Veríssimo deve ser cortado da seleção brasileira, que enfrenta Colômbia e Argentina pelas Eliminatórias. A CBF ainda não confirmou o corte do atleta. Tite poderá optar por um substituto no futebol brasileiro, ou mesmo não chamar nenhum outro atleta.

O jogador se transferiu para o Benfica no início do ano e vivia ótima fase sob o comando do técnico Jorge Jesus. Além da segurança na defesa, marcou três gols nas dez rodadas do Campeonato Português e vinha sendo elogiado por sua postura.

As boas atuações o levaram à primeira convocação para a seleção brasileira ainda em maio, mas o jogador foi cortado devido a uma lesão muscular. Em agosto, voltou a ser chamado por Tite e, em setembro, fez sua estreia oficial com a camisa do Brasil na vitória sobre o Peru por 2 a 0. A disputa pela quarta vaga entre os zagueiros da seleção continua forte já que Marquinhos, Thiago Silva e Militão vêm sendo constantemente convocados.

O Brasil é o líder das Eliminatórias, com 31 pontos e está invicto na competição. A seleção tem pela frente a Colômbia, nesta quinta-feira, na Neo Química Arena, às 21h30, e na terça visita a Argentina, às 20h30, no Estádio San Juan del Bicentenario. Brasil e Argentina ainda não se enfrentaram na competição sul-americana. O jogo no primeiro turno começou no estádio do Corinthians, mas com 5 minutos ele foi interrompido pelos agentes da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) porque o time de Messi tinha quatro jogadores que não podiam estar no campo por causa da quarentena da covid-19. Easse jogo não foi remarcado pela Fifa ou Conmebol. A última vez que Brasil e Argentina se enfretaram foi na final da Copa América, no Maracanã, vencida pelo time de Messi por 1 a 0.​

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.