Werther Santana|Estadão
Werther Santana|Estadão

Lucca lamenta pênalti perdido em clássico: 'Bati firme'

Foi a terceira penalidade seguida perdida pelo time

Vítor Marques, O Estado de S. Paulo

03 de abril de 2016 | 19h35

O Corinthians perdeu dois pênaltis contra a Ponte Preta na última quarta-feira, mas conseguiu sair de campo com a vitória. No clássico deste domingo contra o Palmeiras, no estádio do Pacaembu, porém, o erro do atacante Lucca custou caro ao time.

Quando o jogo estava empatado (0 a 0), ele teve a chance de colocar o Corinthians na frente do placar. Mas o atacante desperdiçou a cobrança. Ele bateu forte, no canto direito. O goleiro Fernando Prass, no entanto, fez uma grande defesa. E pior: no lance seguinte o Palmeiras fez o gol que definiu o jogo.

"Bati firme como sempre faço. Treinei e bati. Se tiver outra chance, vou bater de novo", afirmou o atacante. "Mas temos de treinar mais pênaltis, não está sendo suficiente", admitiu.

Giovanni Augusto, outro possível batedor, disse que já estava decidido que Lucca cobraria o pênalti. Já o técnico Tite defendeu seu jogador e procurou enaltecer a defesa de Fernando Prass.

"Pênalti são dois aspectos: técnico e emocional. Do pênalti de hoje (domingo), o Prass foi muito bem. A bola do Lucca era no canto baixo, iria na bochecha (da rede). Me dói isso", afirmou o treinador. Foi o quarto pênalti desperdiçado pelo Corinthians em 2016 de um total de seis penalidades.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.