Gabriela Bilo/Estadão
Gabriela Bilo/Estadão

Lucca vira dúvida da Ponte Preta para confronto contra o São Paulo

Atacante sofre uma entorse no tornozelo direito e pode não ter condições de jogo neste sábado

Estadao Conteudo

07 de setembro de 2017 | 18h58

Se já havia muitas dúvidas para se descobrir a escalação da Ponte Preta para enfrentar o São Paulo, neste sábado, às 19 horas, no estádio do Morumbi, na capital paulista, pela 23.ª rodada do Campeonato Brasileiro, o cenário ganha uma nova dimensão. No treino desta quinta-feira, o atacante Lucca sofreu uma entorse no tornozelo direito ao dividir uma bola com Jorge Mendoza. Passou a ser dúvida do técnico Gilson Kleina.

Lucca tinha a sua volta confirmada ao time depois de cumprir suspensão automática na derrota para o Atlético Mineiro. Mas interrompeu o treino e preocupa os médicos. Por coincidência ou não, o jovem atacante Felipe Saraiva foi o escolhido para a entrevista coletiva do dia. Com 19 anos e velocista, ele tem entrado durante os últimos jogos.

A verdade é que Gilson Kleina aproveitou a semana de folga para experimentar muitas variações, principalmente no meio de campo e no ataque. O mais lógico seria ter o ataque com Lucca, artilheiro do time com 10 gols, e Emerson Sheik. Mas Felipe Saraiva, pela beirada, e Léo Gamalho, centralizado, também são opções.

No meio de campo, a ideia é voltar a utilizar três volantes, uma fórmula que deu consistência ao sistema de marcação durante o Campeonato Paulista. Naldo, que volta de suspensão, é o volante que mais se adaptou à função de proteção à defesa, atuando praticamente como um terceiro zagueiro. Restariam mais duas vagas para volantes, disputadas por Fernando Bob, Elton e Jadson, além de Wendel e Jean Patrick - opções para formar o banco de reservas.

A maior expectativa é pelo retorno do meia Renato Cajá, que ficou um mês fora do time e poderia sentir um pouco a falta de ritmo de jogo. Mas como a partida é considerada de "seis pontos", Cajá deve iniciar o jogo com a recomendação de dar o máximo até quando suportar. A defesa vai ter a volta de Danilo Barcelos na lateral esquerda no lugar de Jeferson. Ele não atuou no último jogo por ter vínculo com o time mineiro.

Existe a pressão por um resultado positivo porque o time ocupa situação perigosa na tabela de classificação, com 27 pontos e na 13.ª posição. Embora não tenha frequentado a zona de rebaixamento em nenhuma rodada, a Ponte Preta está a apenas dois pontos dos times que abrem a zona de queda: Chapecoense e Avaí. O São Paulo, com 23 pontos, é o 19.º e penúltimo colocado.

Os jogadores vão treinar nesta sexta-feira pela manhã e depois do almoço seguirão para São Paulo, onde ficarão concentrados.

Notícias relacionadas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.