Luciano celebra seu gol e fala em união no Corinthians

Atacante nega insatisfação no banco após gols decisivos e diz que grupo deve permanecer unido: "O professor que decide"

Estadão Conteúdo

09 de outubro de 2014 | 00h20

O atacante Luciano saiu do banco de reservas para marcar o gol da vitória do Corinthians sobre o Cruzeiro por 1 a 0, nesta quarta-feira, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte. Já considerado uma espécie de "talismã", ele chegou ao 14.º gol na temporada, somando jogos oficiais e amistosos. É o artilheiro do time em 2014.

"Trabalho para ser titular, mas deixo isso para o professor (o técnico Mano Menezes) decidir. Aqui é um grupo", afirmou Luciano, ainda no gramado do Mineirão. O atacante também fez gols nos jogos contra Atlético Mineiro e Sport, apesar de ter começado no banco de reservas.

No jogo contra o Cruzeiro, Mano Menezes escalou Malcom e Romero como titulares. Guerrero não pôde atuar porque está com a seleção do Peru. Como o paraguaio estava mal, o treinador colocou Luciano no segundo tempo. 

O atacante celebrou o resultado fora de casa. Foi a segunda vitória consecutiva do Corinthians no Campeonato Brasileiro. "O Corinthians é isso aí, é criticado, mas estamos vencendo. Vamos brigar pelo G4". O time de Mano Menezes chegou a 46 pontos, em 5.º lugar, empatado em número de pontos (46) com o Grêmio, o 4.º colocado. Neste sábado, vai a Manaus e enfrenta o Botafogo.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoCorinthiansLuciano

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.