Carla Carniel/Reuters
Carla Carniel/Reuters

Luciano diz que São Paulo aprendeu com erros de 2021 e provoca o Santos: 'Deixa reclamarem'

Atacante marcou de pênalti o gol que garantiu o triunfo são-paulino no clássico desta segunda-feira

Ricardo Magatti, O Estado de S.Paulo

02 de maio de 2022 | 22h42

Ao contrário do que fez na edição do Brasileirão de 2021, quando demorou dez rodadas para vencer seu primeiro jogo no torneio, neste ano, o São Paulo é protagonista de um início positivo no torneio nacional. São sete pontos em quatro jogos. Luciano, autor do gol de pênalti que decidiu a favor dos são-paulinos o clássico contra o Santos, diz que a equipe aprendeu com os erros cometidos há um ano.

"Ano passado a gente teve uma experiência muito ruim. Esse ano a gente está tentando aprender com os erros", explicou o atacante, em referência ao pior começo do clube na competição, com cinco empates e quatro derrotas nas nove primeiras rodadas. O cenário em 2022 é diferente. Os sete pontos, fruto de duas vitórias, ambas em casa, sobre Athletico-PR e Santos, e um empate com o Bragantino, deixa o time treinado por Rogério Ceni no quinto posto.

Luciano converteu pênalti com força no fim para garantir a vitória são-paulina. Os santistas saíram revoltados com a arbitragem de Leandro Pedro Vuaden. Eles entenderam que o arremesso lateral que deu origem à jogada que resultou no pênalti a favor do São Paulo - mão dentro da área de Rodrigo Fernández - foi mal marcado. Não seria dos mandantes, e, sim, dos visitantes, na visão destes.

O bandeirinha havia dado bola para o Santos, mas o juiz acabou mudando a marcação por auxílio do quarto árbitro. A atitude e o consequente gol sofrido causaram indignação nos santistas, mas Luciano não se importa com isso e até fez uma provocação ao rival.

"Melhor eles saírem irritados, e a gente ganhar, do que a gente sair irritado, né?", disse o jogador. "Deixa o Santos reclamar e a gente comemorar a vitória", continuou o atleta.

Ele comentou o fato de vários de seus companheiros terem terminado o jogo exaustos, estirados no gramado assim que o árbitro apitou o fim da partida. "Feliz pelos três pontos, esse jogo era muito importante, a gente precisava voltar a vencer no Brasileirão, que é muito difícil. Por isso nos desabamos no final", afirmou. 

Luciano vive uma fase positiva. Vítima de lesões em sequência no ano passado, o atacante não sofre mais com os problemas físicos e, embora não seja titular, tem atuado com frequência. Ele disse estar mais calmo e concentrado apenas no São Paulo.

"O professor tem vários jogadores de qualidade, tenho que saber esperar minha oportunidade e ficar concentrado", ressaltou. "Falei muito com o Muricy, preciso esquecer a arbitragem e concentrar mais nos jogos. Tem que esperar momento certo pra voltar a jogar, tive muitas lesões também. Estamos tendo cuidado pra não machucar mais".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.