Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Lúcio disputa sua primeira partida decisiva com o Palmeiras

Zagueiro ganha cada dia mais espaço na equipe

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

27 de março de 2014 | 04h52

SÃO PAULO - Lúcio chegou ao Palmeiras cercado de incertezas e dois meses após sua estreia, ele já se tornou um titular absoluto, homem de confiança e proteção de Gilson Kleina. Nesta quinta-feira, o zagueiro terá um grande desafio, que é evitar que a força aérea do Bragantino se sobressaia no Pacaembu, em seu primeiro jogo decisivo.

Dentro do sistema defensivo armado por Gilson Kleina, Lúcio é peça fundamental, já que caberá ao experiente defensor a função de organizar o time na defesa e orientar os companheiros a evitar faltas próximas da área, para assim impedir o bombardeio aéreo do Bragantino. Durante a semana, o Palmeiras treinou cruzamentos defensivos e Lúcio foi o destaque pelo alto.

Uma das formas mais rápidas encontradas pelo zagueiro para conseguir jogar bem ora ao lado de Tiago Alves, ora com Wellington ou Marcelo Oliveira, é a conversa em campo. Ele tem demonstrado muita humildade e pede para que seus companheiros não se intimidem em lhe dar bronca caso seja necessário. Durante os treinamentos, geralmente Lúcio é um dos primeiros a chegar e sua seriedade no trabalho acaba sendo usado por Kleina para dar conselho aos atletas mais jovens.

"Ele está me saindo uma grata surpresa. Não tecnicamente, pois todo mundo sabia como ele jogava e isso não é novidade, mas profissionalmente e como pessoa, como líder. Ele é uma referência e cresce nesses momentos mais decisivos", disse o treinador. Uma de suas características mais marcantes de Lúcio era se aventurar ao ataque. Seguindo recomendações técnicas, ele agora só tem avançado quando Kleina permite.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.