Lúcio Flávio garante não ter se irritado com barração

Um dos principais jogadores do Botafogo, o meia Lúcio Flávio viveu uma situação diferente no clássico com o Flamengo. O jogador ficou no banco de reservas e entrou no intervalo da partida. Lúcio Flávio garante, no entanto, que encarou com naturalidade a decisão do técnico Ney Franco. "Não fiquei chateado, mas sim surpreso. O Ney conversou comigo antes do jogo e naquele momento não poderia perder a motivação. Da mesma maneira que estou sempre à disposição para entrar jogando, deveria estar pronto para ajudar o time no decorrer da partida", afirmou. Lúcio Flávio lembrou que a situação é comum nos principais clubes europeus. "Outros jogadores não iniciaram as últimas partidas, desta vez fui eu. Na Europa isso é comum, você vê jogadores de seleção nacionais ficarem no banco. Com o elenco que o Botafogo formou este, isso deve ser encarado com naturalidade por todos aqui", comentou. O técnico Ney Franco ainda não confirmou a escalação do Botafogo para o jogo contra o Goiás, nesta quarta-feira, no Engenhão. Mas a tendência é que Lúcio Flávio seja titular, já que ele foi bem contra o Flamengo. Além disso, Zé Carlos reclama de dores musculares.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.