Lugano ataca imprensa mexicana antes de pegar o Chivas

Uruguaio de sangue quente, o zagueiro Lugano está com a passagem pelo México, quando o São Paulo perdeu para o Chivas por 2 a 1, atravessada na garganta. O jogador não se conforma com as críticas que a imprensa local fez à equipe brasileira - ele foi um dos poucos a entender tudo o que era divulgado, obviamente pela sua fluência em espanhol. Não é de se estranhar, portanto, que ele classifique o jogo desta quarta-feira à noite no Morumbi como uma ?revanche?.?Eu fiquei p... porque eles disseram que não achavam o futebol do Brasil tão melhor em relação ao do México?, desabafou o defensor. ?Além disso, perguntavam onde estavam os campeões mundiais. Achei isso uma grande falta de respeito ?, disse Lugano.Mas, pelo visto, as provocações não se resumiram às opiniões da imprensa. Lugano não quis se estender no assunto, mas deixou claro que também houve algum tipo de atrito com os jogadores do Chivas. Preferiu não revelar o que de fato aconteceu. ?Acho que são coisas que devem ficar dentro de campo. Sempre acontecem coisas chatas.?O jogador, porém, disse que não se importou com as declarações do dono do Chivas, o empresário Jorge Vergara, que após o jogo afirmou que seu time também venceria no Morumbi. ?Esse aí é um charlatão. Sempre fala um monte de besteiras, não foi só contra o São Paulo.?No geral, o zagueiro, assim como o técnico Muricy Ramalho, acredita que o São Paulo perdeu a partida de ida por detalhes. ?Nós voltamos muito chateados para o Brasil. Ninguém esperava perder aquele jogo.? Para não deixar a vitória escapar desta vez, Lugano conclui que o São Paulo precisa caprichar um pouco mais nas finalizações e não deve deixar de pressionar o adversário na saída de bola.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.