Lugano dispara contra Sandro Meira Ricci e ameaça chileno Jara

Zagueiro está indignado com a eliminação do Uruguai

O Estado de S.Paulo

25 de junho de 2015 | 08h50

Diego Lugano não aceitou a eliminação do Uruguai na Copa América. Polêmico, o zagueiro, que só está na torcida, postou duras mensagens em sua conta no Twitter após a derrota da sua seleção para o Chile por 1 a 0, em jogo válido pelas quartas de final da competição. O Chile é o anfitrião do torneio. Sobrou para o juiz brasileiro Sandro Meira Ricci e para o chileno Gonzalo Jara, pivô da expulsão do uruguaio Cavani. "Com esse cara 'jarita' terei de falar quando nos cruzarmos pelo mundo!", escreveu Lugano, indiganado com a provocação do rival em seu compatriota.

A atitude de Jara revoltou todos os uruguaios. O chileno passou a mão em Cavani, que, irritado, revidou com um tapa e foi expulso por Sandro Meira Ricci, que não viu a provocação do chileno. As imagens de televisão flagraram o lance por trás. O juiz brasileiro, no entanto, só viu o revide de Cavani e não teve a ajuda de seus auxiliares.

Lugano, que agora defende o Häcken, da Suécia, sugeriu que Ricci estava premeditado a prejudicar a Celeste. "A (arbitragem) de Sandro Ricci foi uma crônica de uma arbitragem totalmente condicionada, anunciada", escreveu o ex-zagueiro do São Paulo. Outros jogadores do Uruguai também criticaram a atuação de Ricci. "Influenciou negativamente. Esperamos que a Conmebol atue", disse o capitão e zagueiro Godín.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.