Lugano é liberado e viaja para Quito

O zagueiro uruguaio Diego Lugano, do São Paulo, foi liberado pela Polícia Federal e, no início da tarde desta quarta-feira embarcou para Quito, no Equador, onde amanhã, o clube paulista enfrenta a Liga Deportiva Universitária (LDU) em partida válida pelo Grupo 4 da Libertadores. O zagueiro foi detido pela PF no começo da manhã, ?por desacato à autoridade?.O jogador estava com os demais atletas do São Paulo na fila de embarque quando se desentendeu com um agente da polícia. Por ser estrangeiro, teria de preencher documentos específicos pelo fato de ser estrangeiro e os problemas começaram aí. De acordo com o agente, ele teria ficado irritado ao ser obrigado a preencher alguns formulários e , ao ser orientado sobre o procedimento, teria ofendido o agente. Depois de um diálogo áspero com o policial, Lugano foi retirado do saguão e levado para o escritório da PF. ?Tudo não passou de um grande mal entendido?, disse o advogado do São Paulo, José Carlos Ferreira, em entrevista à Rede Record. ?Depois que preencheu os formulários, ele bateu nos ombros do Marco Aurélio Cunha (supervisor do São Paulo) e reclamou dizendo: ?isso não pode acontecer?. O agente entendeu que ele falou um palavrão e considerou isso um desacato?, explicou o advogado. Liberado, o jogador embarcou em um vôo comercial no início da tarde. A delegação do São Paulo seguiu em vôofretado ainda pela manhã. São Paulo e LDU lideram o Grupo 4 da Libertadores com seis pontos cada - ambos com vitórias sobre Cobreloa e Alianza Lima.

Agencia Estado,

03 de março de 2004 | 14h25

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.