Rubens Chiri/São Paulo
Rubens Chiri/São Paulo

Lugano prevê dificuldades para o São Paulo contra o Colón na Sul-Americana

Equipes se enfrentarão na 2ª fase da Copa Sul-Americana depois da Copa do Mundo

Matheus Lara, O Estado de S.Paulo

05 Junho 2018 | 17h11

O superintendente de relações institucionais do São Paulo, Diego Lugano, representante do clube no sorteio da 2ª fase da Copa Sul-Americana, no Paraguai, na terça, pede atenção ao time de Diego Aguirre. O time do Morumbi enfrentará o argentino Atlético Colón na 2ª fase. Para Lugano, uma equipe de nível parecido ou superior ao do Rosario Central, adversário da primeira fase e que impôs dificuldades à equipe brasileira, que avançou depois de empatar sem gols fora e vencer por 1 a 0, no sufoco, em casa.

Garotos disputam vaga de Nenê, suspenso, no São Paulo contra o Inter

"O Colón não tem a tradição que tem o Rosario, mas é um time futebolisticamente do mesmo nível do Rosario ou até superior" analisa o dirigente. "O São Paulo vai com a responsabilidade de passar de fase. É um torneio para vencer e sair dessa sequência de anos sem títulos."

Ainda sem data marcada, os duelos serão realizados depois da Copa do Mundo, entre 18 de julho a 1º de agosto, de acordo com o calendário da Conmebol. A ida será no Morumbi e a volta em Santa Fé, a 2 mil km de São Paulo. Lugano comemora a vantagem logística de jogar relativamente perto.

"Neste ano, a Sul-Americana virou um torneio que o São Paulo tem de jogar para vencer. Então, estamos tratando com seriedade. Nunca é o ideal jogar contra time argentino, mas, neste caso, pela facilidade logística, acho que o sorteio foi bom para o São Paulo. Talvez tenha times não tão fortes em outros países, mas a logística seria complicada."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.