Érico Leonan/São Paulo FC
Érico Leonan/São Paulo FC

Lugano treina entre os titulares do São Paulo e deve jogar contra o Bahia

Hernanes e Lucas Pratto continuam fora, tratando dores no joelho direito; Petros retornará de suspensão

Matheus Lara, O Estado de S.Paulo

30 Novembro 2017 | 15h50

O zagueiro Lugano, do São Paulo, treinou ao lado de Rodrigo Caio nesta quinta-feira, no CT da Barra Funda, e deve ser a grande novidade do time de Dorival Junior para o duelo de domingo, contra o Bahia, no Morumbi. A partida deve marcar a despedida do uruguaio como jogador da equipe tricolor, já que Lugano tem contrato até o fim deste ano e não deve renovar. O ídolo estuda a possibilidade de continuar no São Paulo, mas num cargo diretivo.

Liberado pelo São Paulo, Marcinho se despede da torcida e agradece a Ceni

Se confirmada, a escalação de Lugano diante dos baianos será a primeira do zagueiro com o técnico Dorival Junior, já que sua última atuação foi na derrota para o Flamengo por 2 a 0, em julho, quando o time ainda era dirigido por Rogério Ceni. Reserva, o ídolo foi uma das principais lideranças no vestiário tricolor durante a reação no Brasileirão, em que o time conseguiu escapar do rebaixamento depois de 14 rodadas entre os piores na tabela.

Para o duelo de domingo, o último compromiso do São Paulo no Brasileirão, Lucas Pratto e Hernanes continuam fora, tratando dores no joelho direito. O capitão não joga há duas rodadas, suspenso contra Botafogo, e por estar no Reffis contra Coritiba. O argentino não jogou contra os paranaenses.

A tendência é que Dorival mantenha os jovens Shaylon e Brenner no lugar dos dois principais desfalques, como fez na vitória por 2 a 1 no Paraná. Apesar dos desfalques, o treinador terá novamente à disposição o volante Petros, que volta de suspensão. Com isso, a provável escalação do São Paulo contra o Bahia tem: Sidão; Militão, Rodrigo Caio, Lugano (Arboleda) e Edimar; Jucilei; Petros, Shaylon e Cueva; Marcos Guilherme e Brenner.

Mais conteúdo sobre:
São Paulo Futebol Clube

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.