Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
André Penner / AP
André Penner / AP

Luis Díaz decide contra o Peru e Colômbia fica em terceiro lugar na Copa América

Atacante desequilibra marcando golaço nos acréscimos e dá vitória à seleção colombiana, por 3 a 2

Bruno Accorsi, especial para a AE

09 de julho de 2021 | 23h43

São Paulo - Luis Díaz teve uma noite inspirada nesta sexta-feira, no Mané Garrincha, e garantiu a terceira colocação da Copa América para a Colômbia. Com dois gols, um deles um golaço marcado nos acréscimos do segundo tempo, o jogador do Porto foi essencial na vitória por 3 a 2 sobre o Peru, em jogo no qual a seleção colombiana saiu atrás, conseguiu a virada e ainda viu o adversário empatar, antes de Díaz brilhar pela última vez.

A Colômbia foi melhor no começo da partida, mas isso não significa que levou perigo ao adversário. O domínio colombiano se resumiu a ter a posse de bola no campo de ataque, com certo volume de jogo, porém sem capacidade de criar lances de ataque concretos, diante de um Peru bem postado, focado em fazer um jogo totalmente dedicado à defesa.

Após mais da metade do primeiro tempo correr sem jogadas reais de perigo, o Peru resolveu abandonar a postura recuada e ficou perto de abrir o placar aos 28 minutos, em lance interceptado pelo zagueiro Murillo. A partir daí, o time comandado por Gareca se sentiu mais confortável para frequentar o campo adversário e articulou outras boas jogadas, como uma grande chance desperdiçada por Peña, que chegou a limpar o goleiro Vargas, mas perdeu o ângulo e mandou para fora.

Peña não se abateu com o lance e conseguiu se redimir em grande estilo. Aos 44 minutos, ele deu um chapéu em Cuéllar no campo de defesa e acertou um lindo lançamento para Cueva dar sequência ao contra-ataque. O ex-meia de Santos e São Paulo avançou em velocidade, venceu a marcação e tocou na entrada da área, onde o ex-vascaíno Yotún se enfiou já dominando antes de chutar com a perna esquerda. A bola morreu no fundo do gol, e o primeiro tempo acabou com vitória parcial para o Peru.

Depois de uma etapa inicial com apenas um chute no alvo, que sequer deu trabalho ao goleiro Gallese, a Colômbia se mostrou outro time no segundo tempo. Assim, o empate saiu logo aos três minutos, quando Cuadrado fez de falta ao contar com a abertura da barreira peruana, acertando no canto esquerdo.

Gallese foi colocado para trabalhar novamente três minutos depois e fez uma grande defesa para evitar que Luis Díaz marcasse um golaço de voleio. Em busca de uma resposta rápida, o Peru acertou o travessão, aos 12 minutos, com Lapadula, mas não foi além disso. O duelo entre Díaz e Gallese foi reeditado aos 20 minutos, e dessa vez o colombiano levou a melhor. Ele recebeu lançamento de Cuadrado, em contra-ataque, tirou da marcação e fez o gol da virada na saída do goleiro.

O jogo perdeu bastante intensidade depois do segundo gol colombiano. Precisando ir atrás do prejuízo, o Peru não conseguia se organizar para criar jogadas ofensivas. Ainda assim, conseguiu encontrar o caminho do gol na bola parada, aos 37 minutos, com um cabeceio de Lapadula após cobrança de escanteio. Quanto tudo indicava que a decisão iria para os pênaltis, Luis Díaz acertou uma bomba, com efeito, de fora da área, e deu o terceiro lugar da Copa América para a Colômbia.

Com o terceiro lugar definido, resta agora a definição do grande campeão. Carrascos de Peru e Colômbia, Brasil e Argentina decidem o título às 21 horas deste sábado, no Maracanã.

FICHA TÉCNICA

COLÔMBIA 3 X 2 PERU

COLÔMBIA - Vargas; Medina, Mina (Davinson Sánchez), Murillo e Tesillo; Barrios (Muriel), Cuéllar (Borré), Cuadrado e Luis Díaz; Cardona (Morelos) e Zapata (Borja). Técnico: Reinaldo Rueda.

PERU - Gallese; Corzo (Lora), Santamaría, Callens e Marcos López; Tapia (Cartagena), Yotún, Peña (Ormeño), Carrillo e Cueva (Raziel García); Lapadula. Técnico: Ricardo Gareca.

GOLS - Yotún, aos 44 minutos do primeiro tempo. Cuadrado, aos três, Luiz Díaz, aos 20 e aos 48, e Lapadula aos 37 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Barrios, Cardona, Carrillo, Cueva e Murillo.

ÁRBITRO - Raphael Claus (Brasil)

LOCAL - Mané Garrincha, em Brasília (DF).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.