Divulgação
Divulgação

Luis Enrique defende dispensa de jovem após mensagens no Twitter

Sergi Guardiola foi dispensado pelo Barça 4h após assinar contrato

Estadão Conteúdo

29 de dezembro de 2015 | 14h09

O técnico do Barcelona, Luis Enrique, tem um conselho para qualquer jogador: cuidado com o que se publica nas redes sociais. O treinador falou nesta terça-feira do caso de Sergi Guardiola, jogador cujo contrato com o Barcelona B foi rescindido na última segunda-feira, poucas horas depois de ser assinado, após a descoberta de mensagens anti-Catalunha e favoráveis ao Real Madrid publicadas em 2013 em seu perfil no Twitter.

"Eu não estou surpreso, há precedentes com um ou dois jogadores deste ano", disse Luis Enrique, em entrevista coletiva. "Tudo que você deixa nas redes sociais sempre deixam um rastro e ficam lá. Você deve estar ciente, ainda mais se pertence ao mundo do futebol".

Sergi Guardiola, entretanto, pediu desculpas nesta terça-feira e disse que nenhuma das mensagens foram escritas por ele. "Peço desculpas à Catalunha e ao Barcelona porque foi um mal-entendido. Eu não coloquei esses tuítes que apareceram agora do ano de 2013", declarou o jogador em entrevista à rádio espanhola Onda Cero.

"Estávamos com vários companheiros e se colocou essa tolice. Eu não pus. Se sei que coloquei e vou para o Barça, sou o primeiro a apagar. Como está no meu Twitter e me afeta, me desculpo com toda a Catalunha e o Barcelona, que se portou muito bem comigo", disse.

Sergi Guardiola pertencia ao Alcorcón, da segunda divisão espanhola, que o contratou após ele se destacar ao marcar 17 gols pelo Eldense, na terceira divisão, na temporada passada. As publicações foram realizadas quando ele ainda estava no Getafe B. O Barcelona confirmou que as ofensas foram o motivo da rescisão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.