Lluis Gene/AFP
Lluis Gene/AFP

Treinador faz mistério sobre Messi no clássico: 'Não estará 100%'

Luis Enrique não confirma se craque encara o Real neste sábado

Estadão Conteúdo

20 de novembro de 2015 | 16h32

Na véspera do grande clássico entre Real Madrid e Barcelona, no Santiago Bernabéu, a expectativa é para a presença de Messi. Recuperado de grave contusão, o argentino treinou durante a semana, mas o técnico Luis Enrique preferiu não confirmá-lo para o duelo de sábado, pelo Campeonato Espanhol. E mais, garantiu que mesmo se for a campo, o astro não estará com 100% de suas condições.

"Desde que se incorporou ao grupo, as sensações são positivas. Ele está recuperado e em dinâmica de grupo. Precisamos conversar e ver o estado em que se encontra. É evidente que não estará com 100%, mas é um jogador tão importante para nós que é uma grande notícia que esteja recuperado", declarou o treinador nesta sexta-feira.

Messi é desfalque para o Barcelona há quase dois meses, graças a uma lesão no ligamento do joelho esquerdo. A expectativa era justamente que ele voltasse diante do Real, e os treinos durante a semana alimentaram a esperança dos torcedores, mas Luis Enrique garantiu que esta dúvida só será encerrada momentos antes da partida.

"Hoje e amanhã falarei com o Messi, e uma hora antes estou seguro de que estará decidido se ele joga. Eu vejo todos os jogadores treinando e posso decidir muitas coisas, mas é o jogador quem lhe diz como está. Jogue ou não jogue o Messi, a grande notícia é que já está recuperado", comentou o treinador.

O argentino é o grande destaque do Barcelona, mas sem ele, Neymar e Luis Suárez têm decidido os jogos. O elenco catalão, aliás, foi exaltado por Luis Enrique, que aproveitou para provocar o Real Madrid ao garantir que o rival não é melhor do que seu time. "O Real Madrid sabe jogar curto, sabe jogar longo, tem transições, tem estratégia, é uma das melhores equipes da Europa e, então, do mundo, mas não acho que sejam superiores a nós."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.