Alejandro Garcia/EFE
Alejandro Garcia/EFE

Luis Enrique pede vitória no sábado para reanimar Barcelona antes de pegar a Juve

Equipe vem de derrota para o Málaga na última rodada do Campeonato Espanhol

Estadão Conteudo

14 de abril de 2017 | 16h18

O técnico Luis Enrique acredita que o primeiro passo a ser dado pelo Barcelona para reverter a derrota para a Juventus por 3 a 0, sofrida na última terça-feira pela Liga dos Campeões, será fazer um bom jogo contra a Real Sociedad pelo Campeonato Espanhol neste sábado, no Camp Nou.

"Não tenho dúvidas de que podemos dar a volta por cima na Liga dos Campeões. O placar é mais fácil de reverter do que contra o PSG porque temos de marcar um gol a menos", comentou. Antes do duelo contra os italianos pelas quartas de final, o time catalão bateu o time de Paris por 6 a 1 e reverteu uma derrota de 4 a 0 nas oitavas de final.

Luis Enrique acredita que o jogo contra a Real Sociedad pode dar moral aos jogadores. "Não é o melhor rival para recuperar a confiança porque é um time muito complicado de se enfrentar. Mas precisamos dos três pontos para chegar na quarta-feira da melhor maneira. Se não vencermos, chegaremos ao jogo contra a Juventus em situação complicada", prosseguiu.

A principal preocupação do treinador é recuperar o ânimo dos atletas. Na entrevista coletiva deste sábado, ele admitiu que o elenco sentiu a derrota do meio de semana e informou que o time vai entrar em campo "sem estar 100% psicologicamente". Por isso, chamou os torcedores para apoiar a equipe.

"Entendo que os torcedores estão chateados. Mas, se querem cobrar, esperem a final da temporada. Se querem cobrar o treinador, nenhum problema, porque não vou entrar em campo. Mas não façam isso com os jogadores", comentou.

Além da derrota para a Juventus, o Barcelona também precisa se recuperar no Espanhol. No último final de semana, a equipe perdeu por 2 a 0 para o Málaga e se viu ainda mais distante do líder Real Madrid. Com um jogo a menos, o arquirrival está na primeira colocação, com 72 pontos, contra 69 dos catalães.

"Estamos em um final de temporada bastante delicado, mas não vamos nos render. Vejo a equipe capacitada para dar a volta por cima", assegurou. "Os jogadores agora só pensam na Real, porque são conscientes da dificuldade que vão enfrentar", completou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.