Luis Fabiano admite incômodo no banco: 'Não estou feliz'

Luis Fabiano admite incômodo no banco: 'Não estou feliz'

Atacante se queixa, mas prega respeito aos concorrentes pela posição. Milton Cruz pede calma e admite que temeu expulsão no fim

FÁBIO HECICO, O Estado de S. Paulo

28 Setembro 2014 | 09h06

Luis Fabiano deixou o gramado do Morumbi sem esconder sua insatisfação por estar no banco de reservas do São Paulo. Reclamou por não poder ajudar mais e, após o desabafo, pode ganhar a chance de voltar a iniciar um jogo após três meses. Precisando de gols e de uma vitória diante do Huachipato, terça-feira, no Morumbi, pela Copa Sul-Ameriana, o atacante preferido da torcida deve iniciar a partida.

"Não é bem insatisfeito, mas lógico que não estou feliz no banco, quem fica feliz no banco não pode ficar no São Paulo, mas respeito quem está no campo", afirmou o jogador. O centroavante jogou apenas 14 minutos diante do Fluminense, levou um amarelo que o tira do jogo de sábado, diante do Grêmio, e até merecia ter sido expulso após outro lance duro no fim.

A torcida apoiou a falta de equilíbrio do jogador, cantou por vezes seu nome e este apelo das arquibancadas deve mexer com Milton Cruz. A depender só do técnico interino, e o camisa 9 será o escolhido diante do Huachipato. Resta saber apenas quem sai.

"O Luis está evoluindo fisicamente, tem entrado aos poucos e quem sabe na terça-feira ele não possa jogar. Já venho falando com o Muricy, vamos ver, quem sabe, hoje entrou, brigou, no outro entrou e já fez gol. Ele está numa crescente e podemos aproveitar ele porque será muito importante para a gente", disse Milton Cruz.

Caso seja escolhido, o centroavante apenas terá de jogar com um pouco mais de calma para evitar expulsão. Milton temeu perder seu camisa 9 diante do Fluminense após duas jogadas ríspidas. "Fiquei com medo sim (de perdê-lo)", reconheceu Milton Cruz.

"Mas o Luis vem buscando melhorar no dia a dia, se esforçando, então logo, logo vai ter uma oportunidade", repetiu. "Ele tem chance de brigar pela posição e já está merecendo pelo esforço, não tem reclamado, está treinando legal e espero que tenha paciência para nos ajudar quando entrar."

Mais conteúdo sobre:
futebol São Paulo FC Luis Fabiano

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.