Clayton de Souza/Estadão
Clayton de Souza/Estadão

Luis Fabiano admite pressão por títulos e mira Libertadores

'A pressão é grande e aumenta a cada ano sem título. Estamos no São Paulo, que está acostumado com vitórias', comentou o jogador

Estadão Conteúdo

18 de janeiro de 2015 | 13h29

Dos grandes jogadores da história do São Paulo, talvez nenhum tenha comemorado tão poucos títulos. Luis Fabiano é o terceiro mais artilheiro tricolor, mas só ganhou a Copa Sul-Americana de 2012. De volta ao Morumbi desde 2011, o atacante convive com nova seca de títulos e admite que a pressão aumenta a cada ano. A última conquista importante foi no Brasileirão de 2008.

"A pressão é grande e aumenta a cada ano sem título. Estamos no São Paulo, que está acostumado com vitórias. Na verdade, a pressão é importante, porque nos faz pensar sempre em títulos. Nosso elenco conta com jogadores que já conquistaram troféus em outros clubes e, por isso, sabemos o caminho para vencer. Nosso time deu liga no ano passado e, agora, temos que manter isso para chegar aos títulos", comentou o jogador, em entrevista ao site oficial do São Paulo.

Com 198 gols com a camisa tricolor, ele deve chegar fácil aos 200 no decorrer da temporada, buscando se aproximar dos dois maiores artilheiros da história do clube: Serginho Chulapa (242) e Gino Orlando (233).

Matador nato, Luis Fabiano sabe que pode chegar nos números de Chulapa e Gino Orlando. Mas, aos 34 anos, precisa conseguir se livrar das lesões que tanto o atormentam."A minha maior expectativa é de poder fazer um ano sem ficar parado muito tempo. Claro, sei que é difícil, porque todo jogador corre este risco, mas quero jogar mais em 2015. Acredito no meu potencial e sei da minha capacidade. Então, é importante estar dentro de campo, porque este é o meu objetivo."

A temporada começa para o São Paulo no dia 1.º de fevereiro, quando o clube estreia no Paulistão. Mas o foco, ninguém esconde, é a Libertadores. Dia 18, a equipe tem compromisso marcado. A partida, porém, tanto pode ser em Manizales (Colômbia) quanto no Itaquerão. Afinal, Corinthians e Once Caldas duelam na fase preliminar. Luis Fabiano garante que não se importará em secar o rival.

"Sinceramente, tanto faz. Não vou acompanhar (a fase preliminar). Só se estiver passando (na TV). Venha quem vier, temos que pensar no nosso time. Precisamos ter confiança para ter uma equipe forte. Se vier o Corinthians, nosso rival, faremos de tudo para vencer. E se vier o Once Caldas, também. Temos que pensar sempre na nossa equipe em primeiro lugar."

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão Paulo FCLuis Fabiano

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.