Luís Fabiano diz que não pensa em metas individuais

Atacante do Sevilla comemora bom momento, mas diz que sucesso se deve ao elenco da seleção brasileira

AE, Agencia Estado

09 de outubro de 2009 | 16h39

O atacante Luís Fabiano é o artilheiro das Eliminatórias Sul-Americanas com nove gols, mas garantiu nesta sexta-feira que não se preocupa com metas individuais na seleção brasileira. O centroavante, que deve ser poupado da partida contra a Bolívia, negou, assim, que quer jogar em La Paz apenas para garantir a artilharia do torneio classificatório.

Veja também:

linkDunga repete escalação da seleção brasileira em treinamento

especialMAPA - Os países que já garantiram vaga na Copa

Eliminatórias da Copa - tabela Classificação | lista Tabela 

especial ELIMINATÓRIAS - Mais no canal especial

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

"Eu nunca vou pensar em mim antes do time. Aqui, sempre pensamos no melhor pro grupo. Nunca pensei em bater recordes ou metas individuais. Eu disse que gostaria de terminar como artilheiro, mas penso primeiro na seleção. Sou artilheiro graças ao grupo", afirmou.

Luís Fabiano avaliou positivamente o período em que está sendo chamado por Dunga para defender a seleção brasileira. "Esses dois anos foram importantes para mim, minha carreira, para me firmar na seleção. Diziam que não existia atacantes no Brasil. Procurei trabalhar com humildade, consegui ter uma sequencia. Estar na seleção ajuda muito, você cresce na carreira", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.