Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Luís Fabiano é problema para a seleção

O médico do São Paulo, José Sanchez, deve receber amanhã telefonema de seu colega José Luiz Runco, da seleção, para dar informações sobre o estado do artilheiro Luís Fabiano, que sofreu trauma muscular na coxa direita, após choque com o goleiro Fábio, do Vasco. De acordo com Sanchez, não era possível hoje "graduar se a lesão foi leve". Ele tentou minimizar o problema. "Preocupa sim, tanto que saiu do jogo." Apesar das ressalvas, Sanchez repetiu que acredita na recuperação de Luís Fabiano até o jogo com o Paysandu, o próximo adversário do São Paulo, sábado, na cidade de São José do Rio Preto. No entanto, pouco antes de entrar no ônibus da delegação, o médico deu outra pista de que a situação de Luís Fabiano não é tão tranqüila: "A ?evolução? desse tipo de contusão nas primeiras 48 horas é imprevisível, porque o local do trauma vai estar muito sensível", disse. Ele não descartou a hipótese de a lesão ser extensiva ao joelho. "No momento não há nenhum sinal disso, mas vamos aguardar." O técnico Carlos Alberto Parreira completa terça-feira a lista de convocados para a estréia do Brasil nas eliminatórias do Mundial de 2006 e Luís Fabiano é o nome mais cotado para as cinco vagas restantes. O atleta, com bolsa de gelo na coxa, não quis dar entrevistas. Ele comentou, porém, com seus colegas no vestiário que não considerava grave a contusão. Amanhã, iniciará trabalho de fisioterapia.

Agencia Estado,

24 de agosto de 2003 | 20h23

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.