Luís Fabiano já desafia o Corinthians

É lógico que há uma diferença infinita entre o São Raimundo e o Corinthians, mas após os cinco gols marcados nesta quarta-feira, Luís Fabiano tem toda a confiança em fazer uma grande partida no domingo. ?Se tiver uma chance, vou fazer contra o Corinthians também. Estou de bem com a vida e vou entrar com tudo neste jogo", afirmou. O atacante, que pela primeira vez na carreira fez cinco gols numa partida, chega a fazer uma previsão para seu rendimento no ano. ?Vou chegar a 90 gols pelo São Paulo. Tenho 62 e dá para chegar. Aos cem é muito difícil, não garanto nada." Ele afirma que não fez falta em Ademir no primeiro gol, recorrendo a um estranho raciocínio. ?O juiz estava pertinho. Se fosse falta, ele apitaria." A tranqüilidade de Luís Fabiano contrastava com a irritação de Ricardinho. Irritação que tinha endereço certo. ?Nem sei o nome deste técnico do São Raimundo, mas ele e ninguém vai menosprezar o São Paulo. Disse que nosso time é previsível. Então, ele é incompetente porque levou seis gols de um time previsível. A pessoa deve vencer no futebol pela sua competência e não pelo brilho de um jogo só. Ele se empolgou e falou muita besteira. Deste jeito, nunca vai sair de onde está." O nome que Ricardinho esqueceu é Aderbal Lana, que não se calou nem com a goleada sofrida. Repetiu que o São Paulo é um time caseiro. E não mereceu resposta de Oswaldo. O técnico do São Paulo disse confiar bastante na recuperação de Kaká, que voltou a sentir dores musculares. ?Pelas informações que recebi dos médicos, ele deve estar a postos domingo. Vai ser uma grande decisão. Trabalhei no Corinthians e sei como é difícil vencê-los, mas tenho certeza que o São Paulo tem boas chances de ser campeão." O treinador garantiu também a escalaçao de Gustavo Nery para as finais. ?Já pensava nesta opção há tempos e só estava esperando o Fabiano se entrosar melhor com o pessoal. Agora, achei que é a hora certa de ele jogar. Ganho mais saída de bola por ali." Fabiano ficou mais contente pela escalação do que pelo gol marcado. ?É bom saber que vou entrar desde o início. Nosso time está muito unido, mas a gente precisa se fechar ainda mais para ganhar este campeonato. E vamos trabalhar muito para conseguir essa união."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.