Luiz Pires/Vipcomm
Luiz Pires/Vipcomm

Luis Fabiano marca dois gols em jogo-treino do São Paulo

Atacante foi o destaque da movimentação entre os reservas e a equipe juvenil do time do Morumbi

PAULO GALDIERI, Agência Estado

22 de setembro de 2011 | 17h16

SÃO PAULO - O clássico sem gol da quarta-feira contra o Corinthians voltou a mostrar que um dos principais problemas do São Paulo ainda é a falta de um centroavante. Mas isso está cada vez mais perto de ser resolvido. Nesta tarde de quinta-feira, a comissão técnica tricolor organizou um treino coletivo dos reservas contra os juvenis do clube, só para acompanhar o desempenho de Luis Fabiano. O atacante não decepcionou e foi muito bem, fez dois gols, e mostrou que o retorno aos gramados está cada vez mais próximo. Ele ainda não estreou no Campeonato Brasileiro.

Luis Fabiano, que esteve no Morumbi durante o clássico da quarta, mas que acompanhou a partida de um camarote VIP, reapareceu no CT da Barra Funda nesta quinta-feira e, junto com os demais jogadores que não foram titulares contra o Corinthians, participou de uma hora de coletivo contra os garotos dos juvenis. Foi tempo suficiente para ele marcar dois gols.

O atacante demonstrou que ainda está sem ritmo de jogo, mas que continua com faro de gol apurado. Ele teve boa atuação no jogo-treino, apesar do pouco deslocamento em campo. Após 60 minutos de bola rolando, deixou o campo sem acusar dores musculares. Foi um bom teste.

O São Paulo não tem previsões quanto à data de estreia de Luis Fabiano. É provável que ela ocorra num dos dois próximos jogos da equipe. Domingo, o São Paulo pega o Botafogo, no Rio, em confronto direto pelo título. Outra opção seria dar mais uma semana de treinos a Luis Fabiano e fazer sua estreia contra o Flamengo, no outro domingo, às 16h, no Morumbi, com a possibilidade de bater o recorde de público e renda da competição, tanto pela procura dos são-paulinos quanto de flamenguistas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.