Luis FAbiano marca, mas Sevilla perde com gol no fim

Um gol de Arana aos 46 minutos do segundo tempo impediu que o Sevilla chegasse ao seu quarto jogo sem derrota no Campeonato Espanhol. Neste sábado, a equipe de Luis Fabiano viu o Racing Santander abrir 2 a 0 de vantagem, buscou a igualdade depois de Luis Fabiano converter um pênalti, mas levou o terceiro gol no fim. Acabou derrotada por 3 a 2 na casa do adversário.

AE, Agência Estado

12 de fevereiro de 2011 | 21h14

Christian marcou o primeiro gol dos donos da casa, aos 11 minutos da primeira etapa. Pouco depois, Ivan Rakitic deu uma pixotada, mandou contra seu próprio gol e marcou contra, permitindo que o Racing abrisse dois gols de vantagem no placar.

O Sevilla reagiu e descontou aos 39 minutos do primeiro tempo, com Fazio. O empate, porém, só veio a sete minutos do final do jogo, com Luis Fabiano batendo pênalti - foi o nono gol dele na Liga. Quando parecia que o jogo estava decidido, Arana recebeu longo lançamento, encobriu Palop - que se precipitou na saída do gol - e decretou a vitória.

A derrota mantém o Sevilla longe da briga por uma vaga em competições europeias na próxima temporada. Com 31 pontos, o time é o sétimo, mas tem seis pontos a menos que o Espanyol, o sexto. O Racing subiu para a 12ª posição.

A rodada só não foi pior para o Sevilla porque o Atlético de Madri, que vem logo atrás, perdeu mais cedo para o Valencia por 2 a 1, no Vicente Calderón. Reyes abriu o placar, mas Joaquin Sanchez marcou duas vezes e virou o jogo.

Com a vitória, o Valencia recuperou a liderança do campeonato paralelo - Real Madrid e Barcelona já são praticamente inalcançáveis. O time alvinegro tem 47 pontos, em terceiro, deixando o Villarreal com 45.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.