Felipe Rau/Estadão<br>
Felipe Rau/Estadão

Luis Fabiano pode completar 300 jogos pelo São Paulo

Amado e odiado pela torcida, atacante mais uma vez tenta marcar gols para superar sua expulsão na partida contra o Huachipato

PAULO FAVERO, O Estado de S. Paulo

08 de outubro de 2014 | 10h04

O atacante Luis Fabiano voltou a ser relacionado pelo São Paulo para uma partida após cumprir suspensão automática diante do Grêmio e depois de ter sido punido com uma multa de 30% de seu salário por causa de sua expulsão contra o Huachipato, pela Copa Sul-Americana. Caso entre em campo nesta quarta-feira, contra o Atlético-PR, ele completará 300 jogos com a camisa do time tricolor.

O técnico Muricy Ramalho não confirmou se ele estará em campo, mas é mais provável que o jogador entre no decorrer da partida, pois para a vaga de Kaká as opções são Maicon ou Osvaldo. De qualquer maneira, os jogadores reconhecem a importância do Fabuloso. "Ele é um ponto de referência no ataque, sabe prender a bola e marca muitos gols. Tanto ele quanto o Kaká são imprescindíveis para a nossa equipe", explica o volante Hudson.

Luis Fabiano ficou incomodado com a multa que recebeu da diretoria por causa do cartão vermelho que recebeu no primeiro tempo do jogo contra o Huachipato. Antes da punição, ele já tinha se mostrado insatisfeito com a reserva, pois Muricy vem mostrando preferência por Pato e Alan Kardec na frente, e já disse diversas vezes que não pode colocar cinco jogadores ofensivos no time - os outros são Kaká e Ganso.

Mas o comandante sabe que seu artilheiro precisa ganhar ritmo de jogo e é possível que Luis Fabiano entre no segundo tempo. Outra marca importante do jogador é na artilharia. O jogador tem 194 gols pelo São Paulo e tem média de 0,65 gol por jogo, maior até do que Serginho Chulapa, que fez 242 gols em 399 partidas, média de 0,61.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão Paulo FCLuis Fabiano

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.