TV Estadão | 31/10/2015
TV Estadão | 31/10/2015

Luis Fabiano prevê ambiente melhor em outro clube ano que vem

Atacante já fala em tom de despedida do São Paulo

PAULO FAVERO, Estadão Conteúdo

31 de outubro de 2015 | 19h33

Os dois titulares do ataque do São Paulo na vitória sobre o Sport, neste sábado, já falam em tom de despedida no Morumbi. Os contratos de Alexandre Pato, por empréstimo, e Luis Fabiano se encerram no fim do ano e será muito difícil o clube mantê-los no elenco para a próxima temporada.

O próprio Luis Fabiano, autor do segundo gol contra o Sport, reconheceu que vai tentar fazer a alegria da torcida de outro time e criticou o ambiente no São Paulo. "Tenho muita coisa ainda, pelo que vejo dos outros times, tenho muita lenha para queimar. O importante é ter momentos melhores, ambiente bom, apoio, motivação extra, isso faz diferença. Ano que vem vou estar muito melhor que agora", avisou.

Na temporada, ele sofreu críticas da torcida e teve de conviver com uma crise política no clube, que culminou inclusive na renúncia do presidente Carlos Miguel Aidar. Quando fez o gol contra o Sport, fez questão de cumprimentar Pato pelo belo passe. "Às vezes, a gente tem várias oportunidades, mas não consegue fazer o gol. Outras vezes aparece uma e você faz. Estou aqui para isso, mas queria dividir o mérito com o Pato, pela grande jogada que ele fez", explicou.

Seu companheiro de ataque também fez uma boa partida. Teve boa movimentação, mandou uma bola no travessão e deu o passe para o gol de Luis Fabiano. Só que a situação contratual de Pato é um pouco diferente. Seus direitos pertencem ao Corinthians e o São Paulo não tem dinheiro para comprá-lo do rival. De qualquer forma, Pato prefere não falar sobre a possível transferência para o futebol europeu no final do ano. "Faltam cinco jogos para mim, deixa eu pensar nisso primeiro", avisou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.