Reprodução/ Twitter Luis Fabiano
Reprodução/ Twitter Luis Fabiano

Luís Fabiano recebe alta de hospital em São Paulo após internação com covid-19

Atacante tem 40 anos e está afastado dos gramados desde 2017, quando atuou pelo Vasco

Redação, O Estado de S.Paulo

25 de março de 2021 | 17h56

O ex-jogador Luís Fabiano recebeu alta do hospital nesta quinta-feira após testar positivo para a covid-19 e ser internado com sintomas mais fortes da doença. Ele ficou hospitalizado na capital paulista e usou as redes sociais para comemorar sua recuperação. "Quando se tem saúde você corre atrás dos objetivos por mais difíceis que eles sejam. Mas quando algo afeta a sua saúde e você perde o controle das coisas, a luta é bem mais complicada", disse o ex-jogador que afirmou que esta doença foi uma datalhas mais duras que teve de enfrentar.

Luís Fabiano foi internado no início da semana, após ser afetado por sintomas mais severos da covid-19 e foi orientado pelos médicos a ter um acompanhamento mais próximo. De acordo com sua assessoria, o ex-atacante está a caminho de Campinas, onde mora, para finalizar seu tratamento. Ao longo de sua estada no hospital, não foi necessário o uso de aparelhos que auxiliassem sua respitação.

O ex-jogador também agradeceu o apoio médico recebido para sua recuperação e as boas energias enviadas por fãs. Além disso, reforçou sua preocupação com a doença e às pessoas que levem a sério o novo coronavírus. "Agradeco a vocês mais uma vez pelas ótimas vibrações que me passaram nas últimas horas. Tenho certeza que isso acelerou ainda mais a minha recuperação! Levem a sério esse vírus, pois ele é traiçoeiro. Cuidem-se e cuidem dos seus familiares", finalizou Luís Fabiano.

O querentão Luís Fabiano ainda não se despediu oficialmente dos gramados. Julio Casares, presidente do São Paulo, onde o jogador se tornou ídolo, afirmou que pretende realizar um jogo de despedida quando a pandemia passar e o Morumbi puder receber público novamente. Na equipe tricolor, Luis Fabiano conquistou o Torneio Rio-São Paulo de 2001 e a Copa Sul-Americana de 2012. A maioria de seus títulos veio com a camisa do espanhol Sevilla. Ele também passou por Ponte Preta, Rennes, Porto, Tianjin Quanjian e Vasco, onde entrou em campo pela última vez em 2017.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.