Douglas Magno/AFP
Douglas Magno/AFP

Luis Fabiano reclama de Pato e diz que vai repensar a carreira

Atacante do São Paulo lamenta eliminação para o Cruzeiro

O Estado de S. Paulo

14 de maio de 2015 | 07h00

O atacante Luis Fabiano já adotou na noite desta quarta-feira um tom de despedida ao falar depois da eliminação do São Paulo diante do Cruzeiro, na Copa Libertadores. O jogador perdeu um dos três pênaltis na disputa decisiva e, por ter contrato válido até o fim do ano, prometeu repensar a carreira. E ainda criticou a postura de Alexandre Pato.

"O momento agora é de sentar, repensar, ver o que é melhor para o São Paulo, para mim. Tenho contrato até o fim do ano", afirmou o jogador, que vai completar 35 anos em novembro e tem sondagens de clubes da China, do Japão e dos Estados Unidos, como o Orlando City.

O camisa 9 entrou no segundo tempo no Mineirão na vaga de Alexandre Pato. Uma declaração do titular no último domingo, ao fim da vitória por 2 a 1 sobre o Flamengo, pelo Brasileiro, incomodou bastante Luis Fabiano.


No fim de semana, Pato afirmou que não aceitaria ficar no banco de reservas em 2015. Em resposta, Luis Fabiano disse que "engoliu calado" a declaração do atacante e garantiu que, mesmo sem ser titular, tem mantido o apoio ao elenco. "Por tudo que passei no futebol poderia estar chiando. Aturei uma fala no momento errado do Pato, mas não tenho nada contra ele", comentou.

A decepção pela queda na Copa Libertadores fez poucos jogadores falarem depois da partida no Mineirão. O meia Ganso admitiu que faltou contra o Cruzeiro uma postura mais ofensiva. "Ficamos muito na defesa, saímos pouco para o jogo. Faltou fazer gols lá no Morumbi", explicou. No fim de semana o time enfrenta a Ponte Preta, em Campinas, pelo Brasileiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.